MATEUS 19,23-26 (411)

Texto bíblico diário comentado (411)

Irmãos e irmãs,

Participemos da leitura e reflexão diária da Palavra de Deus. A compreensão e o envolvimento com o Projeto de Deus, podem trazer a verdadeira liberdade, justiça e vida plena.

Mateus 19, 23-26 – O perigo das riquezas – Então Jesus disse aos seus discípulos: "Em verdade vos digo que o rico dificilmente entrará no Reino dos Céus. E vos digo ainda: é mais fácil o camelo entrar pelo buraco da agulha do que o rico entrar no Reino de Deus". Ao ouvirem isso, os discípulos ficaram muito espantados e disseram: "Quem poderá então salvar-se?" Jesus, fitando-os, disse: "Ao homem isso é impossível, Mas a Deus tudo é possível". Palavra da Salvação!

Comentário: Jesus comenta com seus apóstolos sobre a dificuldade de salvação de uma pessoa rica. Vejamos o que Ele diz: "Em verdade vos digo que o rico dificilmente entrará no Reino dos Céus". Esta é uma afirmação forte que deve ser refletida seriamente, objetivando a busca de caminhos que enriqueçam o espírito e não tragam riscos à alma.

Jesus Cristo não é contra a riqueza, até porque os bens são necessários ao desenvolvimento da vida. Ele é contra o apego demasiado e ao mau uso das riquezas, bem como, chama a atenção para os riscos trazidos pelas motivações do mal, a que uma pessoa, presa à materialidade, fica exposta.

Sobre isso convém que prestemos especial atenção às palavras de S. Paulo, contidas em I Timóteo 6,9-10: "Ora, os que querem se enriquecer caem em tentação e cilada, e em muitos desejos insensatos e perniciosos, que mergulham os homens na ruína e na perdição. Porque a raiz de todos os males é o amor ao dinheiro, por cujo desenfreado desejo alguns se afastaram da fé, e a si mesmos se afligem com múltiplos tormentos".

Entre esses tormentos podemos citar: problemas conjugais devido a interesses financeiros, afastamentos dos filhos, ansiedades, brigas, cobiças, ganancias, avareza, ambição, entre outros males, inclusive enfermidades provocadas pelo estresse constante em busca de mais riquezas. Toda essa situação provoca afastamento de Deus, e endeusamento das coisas, com prejuízos graves ao desenvolvimento da fé e do amor a Deus.

A frase utilizada por Jesus para se referir às consequências trazidas pela riqueza: "É mais fácil o camelo entrar pelo buraco da agulha do que o rico entrar no Reino de Deus", quer mostrar a dificuldade que a riqueza pode trazer, mas causa espanto aos apóstolos e, certamente, chocou muita gente de sua época, pois os judeus viam na abundância de bens a demonstração da recompensa de Deus a quem procurava praticar o bem.

Porém, Jesus aperfeiçoa essa ideia, mostrando que é exatamente o desapego dos bens materiais que podem trazer paz e felicidade ao coração humano. E só a compreensão e o envolvimento com o Projeto de Deus, podem trazer a verdadeira liberdade, justiça e vida plena para todos.

Um forte abraço para todos

Fraternalmente,

Severino Alves

E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Acesso Restrito