MATEUS 18,5-11 (402)

Texto bíblico diário comentado (402)

Irmãos e irmãs,

Participemos da leitura e reflexão diária da Palavra de Deus. Jamais podemos por em risco a nossa salvação.

Mateus 18,5-11 – O escândalo – E aquele que receber uma criança como esta por causa do meu nome, recebe a mim. Caso alguém escandalize um destes pequeninos que creem em mim, melhor seria que lhe pendurassem ao pescoço uma pesada mó e fosse precipitado nas profundezas do mar. Ai do mundo por causa dos escândalos! É necessário que haja escândalos, mas ai do homem pelo qual o escândalo vem!

Se tua mão ou teu pé te escandalizam, corta-os e atira-os para longe de ti. Melhor é que entres mutilado ou manco para a vida do que, tendo duas mãos ou dois pés, seres atirado no fogo eterno. E se teu olho te escandaliza, arranca-o e atira-o para longe de ti. Melhor que entres com um olho só para a Vida do que, tendo os dois olhos, seres atirado na geena de fogo! Não desprezes nenhum desses pequeninos, porque eu vos digo que os seus anjos nos céus veem continuamente a face de meu Pai que está nos céus. Palavra da Salvação!

Comentário: O termo escândalo, segundo a sua acepção primitiva no grego, significava: "causa de queda". Em português, segundo o Dicionário Aurélio, significa: aquilo que é causa de erro ou de pecado; aquilo que resulta de erro ou pecado (...). Entendemos que os dois significados podem ser considerados para o que Jesus quis expressar.

Jesus havia dito que, se não nos tornarmos como crianças não entraremos no Reino dos Céus. Agora Jesus nos estimula a todos - catequistas, pais, familiares, centros de ajuda a crianças abandonadas, etc - a ajudá-las, acolhendo-as, protegendo-as, adotando-as, educando-as, amando-as: "quem receber uma criança como esta por causa do meu nome, recebe a mim".

Quando Jesus diz: "Caso alguém escandalize um destes pequeninos que creem em mim(...)", está se referindo a pessoas adultas, considerados por Ele como pequeninos que creem, pois somente como adultos teriam o discernimento exigido pela fé. Já a advertência: "melhor seria que lhe pendurassem ao pescoço uma pesada mó e fosse precipitado nas profundezas do mar", é gravíssima, pois esse castigo considerava-se maldição e era destinado a grandes criminosos.

Esta observação está voltada para discípulos em todos os níveis, evangelizadores, membros pastorais, pessoas ligadas à fé cristã, já que um contra testemunho, um ensinamento inadequado, um mau exemplo, podem escandalizar os pequeninos, fazendo-os perder ou desvirtuar a fé.

A expressão: "Ai do mundo por causa dos escândalos! É necessário que haja escândalos (...)", não significa que tenha de haver escândalos, mas isto ocorre como consequência do pecado, da falta de fé, da corrupção dos costumes, do afastamento de Deus. Tudo isso torna quase impossível a ausência de escândalos. "Mas ai do homem pelo qual o escândalo vem".

Jesus Cristo ao utilizar linguagem figurada: "Se tua mão ou teu pé te escandalizam, corta-os (...). E se teu olho te escandaliza, arranca-o (...)", não quer dizer que devamos ficar cortando braços, pernas ou arrancando olhos, mas nos chama a atenção para a importância de salvarmos nossas almas, o que supera qualquer prejuízo grave que possamos ter na vida.

Um forte abraço para todos

Fraternalmente,

Severino Alves

E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Acesso Restrito