4º DOMINGO DO ADVENTO

 

NATAL 2019 PE ASSISEste quarto e último domingo do Advento é sempre o preâmbulo necessário para melhor entender liturgicamente o Nascimento do Senhor.

Este domingo é uma espécie de vigília litúrgica do Natal. Nele se anuncia a chegada iminente do Filho de Deus. Através de Maria e de José os primeiros a receber Jesus mediante a fé, adentramos na noite escura de Belém e do mistério da Encarnação. Lamentavelmente comprovamos que hoje como ontem, muitas pessoas seguem sua vida sem acolher ao Menino-Salvador, sem dar espaço para Ele nem a sua Mensagem.

Na narrativa da infância de Mateus não há anunciação a Maria; ela permanece como uma figura de segundo plano. Há, ao invés, uma anunciação feita pelo anjo do Senhor a José, durante um sonho(cf. Mt 1,18-25).. Desde esse momento da anunciação José passa a ser figura de primeira magnitude na História da salvação.

“José, Filho de Davi, não tenhas medo de receber Maria como tua esposa, porque ela concebeu pela ação do Espírito Santo. Ela dará à luz um filho, e tu lhe darás o nome Jesus, pois ele vai salvar seu povo dos seus pecados”.

Nestes dias, às vésperas da celebração do Natal do Senhor, nos voltamos para a figura silenciosa do Advento, São José. “Ele ensina-nos a confiar sempre em Deus que se aproxima de nós: Quando Deus se aproxima de nós, temos o dever de nos confiarmos a Ele. José ensina-nos a deixar-nos orientar por Ele com obediência voluntária.” (Papa Francisco) Ele é um modelo de fé e aceitação dos planos de Deus sobre nossas vidas para todo cristão. Seu intimidade familiar com Deus na figura daquele menino que ele o amava com ternura e profundidade; que crescia ante seus olhos e ao qual ensinava sua própria profissão, que o servia com generosidade e protegia com todas as suas forças; seu próprio silêncio faz de São José mestre de oração para todo cristão.

Outra lição nos vem por outra faceta da vida do patriarca, são os seus cinco sonhos, através dos quais, Deus interveio com suas divinas instruções e após cada sonho José imediatamente obedeceu e executou com fidelidade as ordens do Senhor. A sua incondicional e pronta adesão a esta vontade salvadora nos deveria iluminar.

Que unidos a José e Maria nos aproximemos do Natal e eles nos indiquem caminhos para que a experiência do Natal seja para nós como foi para eles esta experiência do encontro dialogal de vontades, a de cada um de nós com a vontade salvadora de Deus.

 

PADRE JOSÉ ASSIS PEREIRA SOARES

ESPAÇO DE EVANGELIZAÇÃO

biblia

Visitantes On-Line

Nós temos 193 visitantes e 1 membro online

Contador de Visitas

02026194

Acesso Restrito