SOLENIDADE DE SÃO

PEDRO E SÃO PAULO

APÓSTOLOS

Dia do Papa

Intenções

 

RITOS INICIAIS

ANIM: Irmãos amados, celebramos hoje os apóstolos Pedro e Paulo, colunas da fé e testemunhas do amor a Cristo até a morte. Rezemos em especial pelo santo padre, o Papa Francisco, sucessor de Pedro e sinal da unidade dos discípulos do Senhor. Iniciemos a nossa celebração com alegria.

ACOLHIDA

PR: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

T: Amém!

PR: A graça de nosso Senhor Jesus

Cristo, o amor do Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam convosco.

T: Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo!

ATO PENITENCIAL

PR: Irmãos e irmãs, no dia em que celebramos os Santos Apóstolos, peçamos a conversão do coração, fonte de reconciliação e comunhão com Deus e com os irmãos e irmãs.

(Silêncio)

PR: Tende compaixão de nós, Senhor.

T.: Porque somos pecadores.

PR: Manifestai Senhor, a vossa misericórdia.

T.: E dai-nos a vossa salvação.

PR: Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna.

T.: Amém.

PR: Senhor, tende piedade de nós.

T.: Senhor, tende piedade de nós.

PR: Cristo, tende piedade de nós.

T.: Cristo, tende piedade de nós.

PR: Senhor, tende piedade de nós.

T.: Senhor, tende piedade de nós.

CONCLUSÃO:

PR: Deus de bondade e misericórdia, tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna.

T: Amém!

HINO DE LOUVOR

ORAÇÃO DO DIA (Missal. Pág.).

PR: Oremos:

Ó Deus, que hoje nos concedeis a alegria de festejar São Pedro e São Paulo, concedei à vossa Igreja seguir em tudo os ensinamentos destes Apóstolos que nos deram as primícias da fé. Por N.S.J.C.

T: Amém!

     

LITURGIA DA

PALAVRA

PRIMEIRA LEITURA: (At 12, 1-11).

Primeira Leitura (At 12,1-11)

Leitura dos Atos dos Apóstolos:

Naqueles dias, 1o rei Herodes prendeu alguns membros da Igreja, para torturá-los. 2Mandou matar à espada Tiago, irmão de João. 3E, vendo que isso agradava aos judeus, mandou também prender a Pedro. Eram os dias dos Pães ázimos.

4“Depois de prender Pedro, Herodes colocou-o na prisão, guardado por quatro grupos de soldados, com quatro soldados cada um. Herodes tinha a intenção de apresentá-lo ao povo, depois da festa da Páscoa.

5Enquanto Pedro era mantido na prisão, a Igreja rezava continuamente a Deus por ele.

6Herodes estava para apresentá-lo. Naquela mesma noite, Pedro dormia entre dois soldados, preso com duas correntes; e os guardas vigiavam a porta da prisão.

7Eis que apareceu o anjo do Senhor e uma luz iluminou a cela. O anjo tocou o ombro de Pedro, acordou-o e disse: “Levanta-te depressa!” As correntes caíram-lhe das mãos.

8O anjo continuou: “Coloca o cinto e calça tuas sandálias!” Pedro obedeceu e o anjo lhe disse: “Põe tua capa e vem comigo!”

9Pedro acompanhou-o, e não sabia que era realidade o que estava acontecendo por meio do anjo, pois pensava que aquilo era uma visão.

10Depois de passarem pela primeira e segunda guarda, chegaram ao portão de ferro que dava para a cidade. O portão abriu-se sozinho. Eles saíram, caminharam por uma rua e logo depois o anjo o deixou. 11Então Pedro caiu em si e disse: “Agora sei, de fato, que o Senhor enviou o seu anjo para me libertar do poder de Herodes e de tudo o que o povo judeu esperava!”

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

SALMO RESPONSORIAL: Sl 33/34

“DE TODOS OS TEMORES ME LIVROU O SENHOR DEUS.”

— Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo,/ seu louvor estará sempre em minha boca./ Minha alma se gloria no Senhor;/ que ouçam os humildes e se alegrem!

— Comigo engrandecei ao Senhor Deus,/ exaltemos todos juntos o seu nome! / Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu,/ e de todos os temores me livrou.

— Contemplai a sua face e alegrai-vos,/ e vosso rosto não se cubra de vergonha!/ Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido,/ e o Senhor o libertou de toda angústia.

— O anjo do Senhor vem acampar/ ao redor dos que o temem, e os salva./ Provai e vede quão suave é o Senhor!/ Feliz o homem que tem nele o seu refúgio!

SEGUNDA LEITURA: (2 Tm 4, 6-8.17-18)

Leitura da Segunda Carta de São Paulo a Timóteo:

Caríssimo, 6quanto a mim, eu já estou para ser derramado em sacrifício; aproxima-se o momento de minha partida. 7Combati o bom combate, completei a corrida, guardei a fé. 8Agora está reservada para mim a coroa da justiça, que o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que esperam com amor a sua manifestação gloriosa.

17Mas o Senhor esteve a meu lado e me deu forças, ele fez com que a mensagem fosse anunciada por mim integralmente, e ouvida por todas as nações; e eu fui libertado da boca do leão. 18O Senhor me libertará de todo mal e me salvará para o seu Reino celeste. A ele a glória, pelos séculos dos séculos! Amém.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

Aleluia! Aleluia! Aleluia!

“Tu és Pedro e sobre esta pedra Eu irei construir minha Igreja; e as portas do inferno não irão derrotá-la.”

EVANGELHO: (Mt 16,13-19)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 13Jesus foi à região de Cesareia de Filipe e ali perguntou aos seus discípulos: “Quem dizem os homens ser o Filho do Homem?”

14Eles responderam: “Alguns dizem que é João Batista; outros que é Elias; outros ainda, que é Jeremias ou algum dos profetas”.

15Então Jesus lhes perguntou: “E vós, quem dizeis que eu sou?”

16Simão Pedro respondeu: “Tu és o Messias, o Filho do Deus vivo”.

17Respondendo, Jesus lhe disse: “Feliz és tu, Simão, filho de Jonas, porque não foi um ser humano que te revelou isso, mas o meu Pai que está no céu. 18Por isso eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra construirei a minha Igreja, e o poder do inferno nunca poderá vencê-la. 19Eu te darei as chaves do Reino dos Céus: tudo o que tu ligares na terra será ligado nos céus; tudo o que tu desligares na terra será desligado nos céus”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

            

Homilia

PROFISSÃO DE FÉ

PRECES DA ASSEMBLÉIA

PR: Irmãos e Irmãs, nesta solenidade dos apóstolos Pedro e Paulo, pedras fundamentais da Igreja, elevemos ao Pai os nossos pedidos, rezando juntos:
T: Senhor, escutai a nossa prece!

01. Sustentai Senhor, com a Vossa graça, o Santo Padre, o Papa Francisco, sucessor de Pedro, em sua missão de confirmar-nos na comunhão e na unidade de toda a Igreja, nós vos pedimos.

02. Por todos os que, a exemplo de São Paulo, anunciam o Evangelho de Jesus, para que sejam livres de todo mal, nós vos pedimos:

03. Iluminai Senhor, os governantes de todas as Nações, para que se comprometam na promoção da paz, da justiça e da unidade entre os povos; nós vos pedimos.

04. Animai Senhor, a nossa comunidade, para que, alicerçada na caridade e na união com o Papa, saiba realizar um apostolado vivo e dinâmico; nós vos pedimos.

05. Assisti Senhor, as nossas famílias, para que, à luz do Evangelho, saibam assumir o compromisso de testemunhar ao mundo, com gestos e atitudes, os sólidos valores cristãos; nós vos pedimos.

(Preces espontâneas)

PR: Ouvi, ó Pai, as nossas preces e, pela intercessão dos Apóstolos Pedro e Paulo, atendei com bondade as nossas súplicas. Por Cristo, nosso Senhor.
T: Amém!

 

LITURGIA

EUCARÍSTICA

(Canto de preparação das oferendas)

ORATE FRATES (Missal. Pág. 404)

PR: Orai, irmãos e irmãs, para que o nosso sacrifício seja aceito por Deus Pai todo-poderoso.

T: Receba o Senhor por tuas mãos este sacrifício, para glória do seu nome, para nosso bem e de toda a Santa Igreja.

SOBRE AS OFERENDAS

(Missal. Pág.)

PR: Ó Deus, que a oração de vossos Apóstolos acompanhe as oferendas que vos apresentamos para serem consagradas, e nos alcance celebrarmos este sacrifício com o coração voltado para vós. Por Cristo, nosso Senhor.

T: Amém!

ORAÇÃO EUCARÍSTICA

Prefácio à dupla missão de Pedro e Paulo na Igreja (Missal pág.608)

Oração Eucarística I (Missal pág.609)

Santo

Pai nosso

Cordeiro

RITO DA COMUNHÃO

(Canto para a distribuição eucarística)

DEPOIS DA COMUNHÃO

(Missal. Pág.)

PR: Oremos: (Pausa)

Concedei-nos, ó Deus, por esta Eucaristia, viver de tal modo na vossa Igreja que, perseverando na fração do pão e na doutrina dos Apóstolos, e enraizados no vosso amor, sejamos um só coração e uma só alma. Por Cristo, nosso Senhor.

T: Amém!

RITOS FINAIS

PÃO DAS CRIANÇAS

AVISOS

BENÇÃO FINAL

P.: O Senhor esteja convosco.

T: Ele está no meio de nós.

P.: Abençoe-vos o Deus todo-poderoso, que vos deu por fundamento aquela fé proclamada pelo Apóstolo Pedro e sobre a qual se edifica a Igreja.

T: Amém

P.: Ele, que vos instruiu pela pregação de São Paulo, vos ensine a conquistar também novos irmãos e irmãs para o Cristo.

T: Amém.

P.: Que a autoridade de Pedro e a pregação de Paulo vos levem à pátria celeste, onde chegaram gloriosamente um pela cruz e outro pela espada.

T: Amém.

P.: Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai e Filho † e Espírito Santo.

T: Amém.

P.: Ide em paz e o Senhor vos acompanhe

T: Graças a Deus!

EQUIPE RESPONSÁVEL: SÃO MATEUS.

Acesso Restrito