Consagração do Dízimo

Intenções

 

RITOS INICIAIS

ANIM: Meus irmãos, sejam bem-vindos! Cristo nos chama a servir à Igreja com esperança e nos desafia a lançar as nossas redes em águas mais profundas, ajudando-nos, assim, a superar o cansaço, o comodismo e a descrença, vislumbrando novos campos de missões. Iniciemos a nossa celebração com alegria.

ACOLHIDA

PR: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

T: Amém!

PR: A graça e a paz de Deus, nosso Pai, e de Jesus Cristo, nosso Senhor, estejam convosco.

T: Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo!

ATO PENITENCIAL

PR: O Senhor Jesus, que nos convida à mesa da Palavra e da Eucaristia, nos chama à conversão. Reconheçamos ser pecadores e invoquemos com confiança a misericórdia do Pai.

(Silêncio)

PR: Confessemos os nossos pecados: T.: Confesso a Deus todo-poderoso e a vós, irmãos e irmãs, que pequei muitas vezes por pensamentos e palavras, atos e omissões, por minha culpa, minha tão grande culpa. E peço à Virgem Maria, aos anjos e santos e a vós, irmãos e irmãs, que rogueis por mim a Deus, nosso Senhor. P. Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna.

Amém.

CONCLUSÃO:

PR: Deus de bondade e misericórdia, tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna.

T: Amém!

PR: Senhor, tende piedade de nós.

T.: Amém

PR: Cristo, tende piedade de nós.

T.: Cristo, tende piedade de nós.

PR: Senhor, tende piedade de nós.

T.: Senhor, tende piedade de nós.

HINO DE LOUVOR

ORAÇÃO DO DIA (Missal. Pág.349).

PR: Oremos:

PR: Velai, ó Deus, sobre a vossa família com incansável amor; e como só confiamos em vossa graça, guardai-nos sob a vossa proteção. PNSJC.

     

LITURGIA DA

PALAVRA

PRIMEIRA LEITURA: (Is 6, 1-2a.3-8)

Leitura do Livro do Profeta Isaías:

1No ano da morte do rei Ozias, vi o Senhor sentado num trono de grande altura; o seu manto estendia-se pelo templo. 2aHavia serafins de pé a seu lado; cada um tinha seis asas. 3Eles exclamavam uns para os outros: “Santo, santo, santo é o Senhor dos exércitos; toda a terra está repleta de sua glória”.

4Ao clamor dessas vozes, começaram a tremer as portas em seus gonzos e o templo encheu-se de fumaça. 5Disse eu então: “Ai de mim, estou perdido! Sou apenas um homem de lábios impuros, mas eu vi com meus olhos o rei, o Senhor dos exércitos”.

6Nisto, um dos serafins voou para mim, tendo na mão uma brasa, que retirara do altar com uma tenaz, 7e tocou minha boca, dizendo: “Assim que isto tocou teus lábios, desapareceu tua culpa, e teu pecado está perdoado”.

8Ouvi a voz do Senhor que dizia: “Quem enviarei? Quem irá por nós?” Eu respondi: “Aqui estou! Envia-me”.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

SALMO RESPONSORIAL: Sl 137

“Vou cantar-vos ante os anjos, ó Senhor, e ante o vosso templo vou prostrar-me!”

— Vou cantar-vos ante os anjos, ó Senhor, e ante o vosso templo vou prostrar-me.

— Vou cantar-vos ante os anjos, ó Senhor, e ante o vosso templo vou prostrar-me.

— Ó Senhor, de coração eu vos dou graças,/ porque ouvistes as palavras dos meus lábios!/ Perante os vossos anjos vou cantar-vos/ e ante o vosso templo vou prostrar-me.

— Eu agradeço vosso amor, vossa verdade,/ porque fizestes muito mais que prometestes;/ naquele dia em que gritei, vós me escutastes/ e aumentastes o vigor da minha alma.

— Os reis de toda a terra hão de louvar-vos,/ quando ouvirem, ó Senhor, vossa promessa./ Hão de cantar vossos caminhos e dirão:/ “Como a glória do Senhor é grandiosa!”

— Estendereis o vosso braço em meu auxílio/ e havereis de me salvar com vossa destra./ Completai em mim a obra começada;/ ó Senhor, vossa bondade é para sempre!/ Eu vos peço: não deixeis inacabada/ esta obra que fizeram vossas mãos!

SEGUNDA LEITURA:

(1Cor 15,3-8.11)

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios:

Irmãos: 3O que vos transmiti, em primeiro lugar, foi aquilo que eu mesmo tinha recebido, a saber: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras; 4que foi sepultado; que, ao terceiro dia, ressuscitou, segundo as Escrituras; 5e que apareceu a Cefas e, depois, aos Doze.

6Mais tarde, apareceu a mais de quinhentos irmãos, de uma vez. Destes, a maioria ainda vive e alguns já morreram. 7Depois, apareceu a Tiago e, depois, apareceu aos apóstolos todos juntos. 8Por último, apareceu também a mim, como a um abortivo. 11É isso, em resumo, o que eu e eles temos pregado e é isso o que crestes.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

Aleluia! Aleluia! Aleluia!

“Vinde após mim!” O Senhor lhes falou, “e vos farei pescadores de homens. ”

EVANGELHO: (Lc 5,1-11)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1Jesus estava na margem do lago de Genesaré, e a multidão apertava-se ao seu redor para ouvir a palavra de Deus.

2Jesus viu duas barcas paradas na margem do lago. Os pescadores haviam desembarcado e lavavam as redes.

3Subindo numa das barcas, que era de Simão, pediu que se afastasse um pouco da margem. Depois sentou-se e, da barca, ensinava as multidões.

4Quando acabou de falar, disse a Simão: “Avança para águas mais profundas, e lançai vossas redes para a pesca”.

5Simão respondeu: “Mestre, nós trabalhamos a noite inteira e nada pescamos. Mas, em atenção à tua palavra, vou lançar as redes”.

6Assim fizeram, e apanharam tamanha quantidade de peixes que as redes se rompiam. 7Então fizeram sinal aos companheiros da outra barca, para que viessem ajudá-los. Eles vieram, e encheram as duas barcas, a ponto de quase afundarem.

8Ao ver aquilo, Simão Pedro atirou-se aos pés de Jesus, dizendo: “Senhor, afasta-te de mim, porque sou um pecador!”

9É que o espanto se apoderara de Simão e de todos os seus companheiros, por causa da pesca que acabavam de fazer.

10Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram sócios de Simão, também ficaram espantados. Jesus, porém, disse a Simão: “Não tenhas medo! De hoje em diante tu serás pescador de homens”.

11Então levaram as barcas para a margem, deixaram tudo e seguiram a Jesus.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

            

HOMILIA

PROFISSÃO DE FÉ

PRECES DA ASSEMBLÉIA

PR: Caríssimos fiéis: Oremos ao Senhor do universo, para que dê aos que escutam os apóstolos deste tempo um coração aberto à sua mensagem, e peçamos com fervor:

T: Senhor, escutai a nossa prece!

01. Pelo Santo Padre, o Papa Francisco, para que seja sempre mais um sinal visível da misericórdia de Cristo e comunique a todos os povos a Palavra da salvação, rezemos ao Senhor.

02. Senhor, que saibamos anunciar com sabedoria o que recebemos através do vosso ensinamento e que possamos por meio dele guardar nossa fé para transmiti-lo a todos, rezemos ao Senhor.

03. Pelos enfermos, para que recebam assistência médica adequada e contem sempre com o carinho e a presença de seus familiares, rezemos ao Senhor.

04. Pelas famílias do mundo inteiro, para que sejam verdadeiras sementeiras de vocações para o serviço do Reino de Deus, rezemos ao Senhor.

05. Para que todos nós, cristãos, assumamos nossa fé e ajudemos nos­sa Igreja a ter maior compromisso com as necessidades humanas, a exemplo de Jesus, e por aqueles que vivem fechados em seu egoísmo para que se abram a partilha e se convertam na devolução do dízimo, nós vos suplicamos.

(Preces espontâneas)

PR: Senhor, que Vossa mão proteja, purifique e sustente o povo que vos suplica, e, confortado na vida presente, possa caminhar para os bens futuros. Por Cristo, nosso Senhor.
T: Amém!

 

LITURGIA

EUCARÍSTICA

ORAÇÃO DO DIZIMISTA

PR: Oração de consagração dos Dizimistas.

Todos: Recebei, Senhor, nosso dízimo! Não é uma esmola, porque não sois mendigo. Não é uma simples contribuição, porque não precisais dela. Esta importância representa, Senhor, nosso reconhecimento, nosso amor e participação na vida da comunidade. Pois o que temos, recebemos de vós. Amém!

(O presidente reza sobre o povo e envelopes)

PR: Aceitai Deus nosso Pai, o dízimo dos vossos filhos e filhas que fielmente vos apresenta em agradecimento pelos benefícios e graças que recebemos de vossas mãos. Que este gesto seja o sinal concreto da nossa vontade de participar da missão da Igreja no anúncio da Boa Nova e na transformação das estruturas desumanas em um mundo mais fraterno e solidário. Ajuda-nos Maria, mãe da Igreja, a fazermos deste momento uma entrega verdadeira, permanente e de coração ao teu amado filho, Jesus Cristo, que com o Espírito Santo vive e reina na glória de Deus Pai.

 

(Canto de preparação das oferendas)

ORATE FRATES (Missal. Pág. 404)

PR: Orai, irmãos e irmãs, para que o nosso sacrifício seja aceito por Deus Pai todo-poderoso.

T: Receba o Senhor por tuas mãos este sacrifício, para glória do seu nome, para nosso bem e de toda a Santa Igreja.

SOBRE AS OFERENDAS

(Missal. Pág. 349)

PR: Senhor, nosso Deus, que criastes o pão e o vinho para alimento da nossa fraqueza, concedei que se tornem para nós sacramento da vida eterna. PCNS.

T: Amém!

ORAÇÃO EUCARÍSTICA

Prefácio próprio (Missal pág.842)

Oração Eucarística VI-A

(Missal pág.842)

Santo

Pai nosso

Cordeiro

RITO DA COMUNHÃO

(Canto para a distribuição eucarística)

DEPOIS DA COMUNHÃO

(Missal. Pág. 349)

PR: Oremos: (Pausa)

Ó Deus, vós quisestes que participássemos do mesmo pão e do mesmo cálice; fazei-nos viver de tal modo unidos em Cristo, que tenhamos a alegria de produzir muitos frutos para a salvação do mundo. Por Cristo, nosso Senhor.

T: Amém!

RITOS FINAIS

PÃO DAS CRIANÇAS

AVISOS

BENÇÃO FINAL

P.: O Senhor esteja convosco.

T: Ele está no meio de nós.

P.: Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai e Filho † e Espírito Santo.

T: Amém

P.: Ide em paz e o Senhor vos acompanhe.

T: Graças a Deus.

EQUIPE RESPONSÁVEL: SÃO MATEUS.

Sábado (N) São Paulo: John, Everaldo, Neves e Madalena.

Domingo (M) São Marcos: Aparecida, Cláudio, Neves e Edvani.

Domingo (T) São Lucas: Edna, Auxiliadora, Adeilson e Nascimento.

Domingo (N) São João: Andréa, Amanda, Washington e Álvaro.

ESPAÇO DE EVANGELIZAÇÃO

biblia

Visitantes On-Line

Nós temos 387 visitantes e 1 membro online

Contador de Visitas

01494437

Acesso Restrito