Seminário “A Cidade é Nossa” em Campina Grande debaterá a política de organização do espaço urbano

Seminário “A Cidade é Nossa” em Campina Grande debaterá a política de organização do espaço urbano

Analisar a atual situação das cidades brasileiras e apontar caminhos para o resgate do espaço urbano como um ambiente de paz, diálogo e garantia dos direitos básicos. Este é o objetivo do I Seminário a Cidade é Nossa, promovido pela Diocese de Campina Grande. Com o tema “Participação social no centro da agenda urbana”, o evento será realizado nos dias 27 e 28 de fevereiro no auditório da Escola Redentorista, no bairro de Bodocongó,em Campina Grande-PB. A entrada é franca, mas é preciso inscrição prévia, que deve ser feita clicando aqui.

O evento acontece em parceria com o Setor Pastoral Social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) Nordeste 2 e organizações como o Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB/PB), Centro de Ação Cultural (CENTRAC), Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Centro de Estudos do Seminário Diocesano e Observatório Social do Nordeste (Obserne) entre outras instituições.

O Seminário também irá debater sobre o direito ao espaço urbano e à uma vida digna em cidades sustentáveis. A programação contará com Mesas e Debates com a participação de ativistas, especialistas e gestores, além da arquiteta e urbanista e professora da Universidade de São Paulo (USP), Ermínia Maricato, que fará a conferência de abertura e participará da mesa de encerramento. O Seminário se destina a todos e todas interessados em contribuir nos rumos da cidade e de qual cidade queremos.

Campina Grande é uma cidade pioneira em várias áreas, entre elas a discussão sobre a Região Nordeste. Foi nesta cidade que nasceu a ideia de criação do Grupo de Trabalho pelo Desenvolvimento do Nordeste – GTDN que foi o embrião da SUDENE (Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste) e fruto do I Encontro dos Bispos do Nordeste, que contou com a presença do Presidente Juscelino Kubitschek. Uma das ideias centrais desse GT era que para se desenvolver a região, seria necessário tomar o planejamento como umas das ações mais importantes.

Olhando o atual cenário das cidades, pode-se afirmar que sem um bom planejamento urbano e participativo, onde a pluralidade da sociedade é ouvida, considerada e ao mesmo tempo partícipe de sua gestão, não será possível a existência de cidades inteligentes, democráticas, sem desigualdades e sustentáveis.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

Dia 27 (Terça-feira)

8h – Credenciamento

9h – Mesa de abertura com o Bispo Diocesano de Campina Grande Dom Dulcênio Fontes, representantes da Prefeitura Municipal de Campina Grande, de Universidades, Centros de Pesquisa e da Sociedade Civil.

10h – Conferência “O direito à cidade e a apropriação do espaço público enquanto exercício de cidadania”

Conferencista: Maria Ermínia Maricato – Professora universitária, pesquisadora acadêmica, ativista política, com Graduação (1971), mestrado (1977), doutorado (1984), livre docência (1997) e profa. titular (1998) de Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (1977/2010). Profa. aposentada pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, Profa. Visitante do Instituto de Economia da Unicamp e Profa. Colaboradora do Curso de Pós Graduação da FAUUSP). Ocupou cargos públicos na administração da Prefeitura de São Paulo e no Governo Federal.

11h – debate

12h – Intervalo para o almoço

14h – Retomada dos trabalhos

14h30 – Conferência “Participação social na agenda urbana”

Conferencista: Rubens Pinto Lyra – Presidente do Centro Brasileiro de Estudos Sociais e Políticos (CEBESP), Rubens Pinto Lyra é doutor em Direito, na área de política e Estado, pela Universidade de Nancy (França-1975), pós-doutor pela Universidade de Picardie (França-1991). Foi professor dos cursos de Pós-Graduação em Sociologia e em Direito da UFPB e do Curso de Pós-Graduação em Direito da Universidade Potiguar (RN). Fundou e dirigiu a Associação Brasileira dos Ouvidores e o Fórum Nacional das Ouvidorias Universitárias. Ocupou cargo público na administração da Prefeitura de João Pessoa.

15h30 – Intervalo

16h – Continuação com o tema “Participação social na agenda urbana”

Expositores:

André Agra Gomes de Lira – Graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal da Paraíba (Campina Grande,1990) e mestrado em Engenharia Civil – área Geotecnia e Transportes, pela Universidade Federal de Paraíba (1994). Especialização em Administração pela Universidade Federal da Paraíba (1995). Secretário de Planejamento do município de Campina Grande.

Ana Patrícia Sampaio de Almeida – Graduação em Ciências Sociais (concentração em Sociologia) pela Universidade Federal da Paraíba (1996). Especialização em Desenvolvimento Local pela Organização Internacional do Trabalho/Universidade de Granada (2007). Mestre em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Campina Grande (2009). Assessora Técnica do Centro de Ação Cultural –CENTRAC.

16h30 – Debate

17h30 – encerramento do primeiro dia

Dia 28 (quarta-feira)

08h – Retomada dos trabalhos

8h30 – Realização de Mesas redondas simultâneas

Mesa 1 – Cultura, memória e identidade da cidade

Mesa 2 – Cidades médias: Governança democrática e região metropolitana

10h – Intervalo

10h30 – Realização de Mesas redondas simultâneas

Mesa 3 – O papel dos movimentos sociais de direitos humanos na construção de cidades inclusivas

Mesa 4 – Ciência, tecnologia e inovação para cidades mais democráticas e igualitárias

Mesa 5 – Violência e o direito à cidade

12h – Intervalo para o almoço

14h30 – Apresentação de carta-compromisso com a Cidade a partir das discussões do Seminário

15h30 – Intervalo

16h – Conferência de encerramento

Conferencista: Professora Ermínia Maricato

17h – Encerramento

Texto: Áurea Olímpia – CENTRAC

Acesso Restrito