Alegrai-vos! Nasceu o vosso Salvador!

Dos Sermões de São Bernardo (1091-1153), abade e doutor da Igreja:

Céus, escutai! Terra, ouve com atenção! Que todas as criaturas, e sobretudo o homem, sejam arrebatadas de admiração e irrompam em louvores: «Jesus Cristo, Filho de Deus, nasce em Belém da Judeia».

Haverá notícia mais bela a anunciar à terra? Alguma vez se ouviu coisa parecida, alguma vez o mundo soube de alguma coisa semelhante? «Em Belém da Judeia nasce Jesus Cristo, o Filho de Deus».

Tão poucas palavras para exprimir a vinda do Verbo, a Palavra de Deus feita criança, mas que doçura nestas palavras! «Jesus Cristo, o Filho de Deus, nasce em Belém».

2017 MISSA DE NATAL 43

                               (fotos arquivo : Irmã Bernadete de Lima  -  MATRIZ DO ROSÁRIO -  presidiu a Celebração: Pe. Márcio Henrique - dia 24.12.2017 - CAMPINA GRANDE -PB ) 

Nascimento de uma santidade incomparável:

honra do mundo inteiro, exaltação de todos os homens devido ao bem imenso que Ele lhes traz, admiração dos anjos por causa da profundidade deste mistério de uma novidade sem paralelo (cf Ef 3,10).

«Jesus Cristo, Filho de Deus, nasce em Belém da Judeia».  

  

2017 MISSA DE NATAL 47

Vós que estais deitados na poeira, erguei-vos e louvai Deus!

Eis o Senhor que chega com a salvação, eis a vinda do Ungido do Senhor, do Seu Messias, ei-Lo que vem na Sua glória.

Feliz daquele que se sente atraído por Ele e que «acorre à fragrância dos Seus perfumes» (Ct 1,4 LXX): ele verá «a glória que lhe vem do Pai como Filho único» (Jo 1,14).

Vós que estais perdidos, respirai! Jesus vem salvar o que perecera.

Vós, os doentes, voltai a ser saudáveis: Cristo vem estender o bálsamo da Sua misericórdia sobre a chaga dos vossos corações.

Estremecei de alegria, todos vós que sentis grandes desejos: o Filho de Deus vem a vós para fazer de vós co-herdeiros do Seu Reino (Rm 8,17).

 

2017 MISSA DE NATAL 20

Sim, Senhor, peço-Te, cura-me e ficarei curado;

salva-me e serei salvo (Jr 7,14); glorifica-me e ficarei verdadeiramente na glória.

Sim, «que a minha alma bendiga o Senhor e que tudo em mim bendiga o Seu santo Nome» (Sl 102,1).

O Filho de Deus faz-Se homem para fazer dos homens filhos de Deus.

(créditos : autor: DOM HENRIQUE SOARES - Bispo de Palmares (PE)

Acesso Restrito