LEITURA BÍBLICA DIÁRIA - 11.03.2015

Leitura bíblica diária - comentada

Quarta-feira, 11 de Março de 2015.

Santo do dia: São Domingos Câm, presbítero e mártir
Cor litúrgica: roxo

Evangelho de hoje: São Mateus 5, 17-19

Primeira leitura: Deuteronômio 4, 1.5-9
Leitura do livro do Deuteronômio:

Moisés falou ao povo, dizendo: 1“Agora, Israel, ouve as leis e os decretos que eu vos ensino a cumprir, para que, fazendo-o, vivais e entreis na posse da terra prometida que o Senhor Deus de vossos pais vos dará. 5Eis que vos ensinei leis e decretos conforme o Senhor meu Deus me ordenou, para que os pratiqueis na terra em que ides entrar e da qual tomareis posse. 6Vós os guardareis, pois, e os poreis em prática, porque neles está vossa sabedoria e inteligência perante os povos, para que ouvindo todas as leis, digam: ‘Na verdade, é sábia e inteligente esta grande nação!’ 7Pois, qual é a grande nação cujos deuses lhe são tão próximos quanto o Senhor nosso Deus, sempre que o invocamos? 8E que nação haverá tão grande que tenha leis e decretos tão justos, quanto esta lei que hoje vos ponho diante dos olhos? 9Mas toma cuidado! Procura com grande zelo não te esqueceres de tudo o que viste com os próprios olhos, e nada deixes escapar do teu coração por todos os dias de tua vida; antes, ensina-o a teus filhos e netos”.

- Palavra do Senhor
- Graças a Deus

Salmo 147

— Glorifica o Senhor, Jerusalém! Ó Sião, canta louvores ao teu Deus! Pois reforçou com segurança as tuas portas, e os teus filhos em teu seio abençoou.

R: Glorifica o Senhor, Jerusalém!

— Ele envia suas ordens para a terra, e a palavra que ele diz corre veloz. Ele faz cair a neve como lã e espalha a geada como cinza.

R: Glorifica o Senhor, Jerusalém!

— Anuncia a Jacó sua palavra, seus preceitos e suas leis a Israel. Nenhum povo recebeu tanto carinho, a nenhum outro revelou os seus preceitos.

R: Glorifica o Senhor, Jerusalém!

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 5, 17-19

- Glória a Cristo, palavra eterna do Pai, que é amor!
- Senhor, tuas palavras são espírito, são vida; só tu tens palavras de vida eterna (Jo 6, 63.68)

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus:

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 17“Não penseis que vim abolir a Lei e os Profetas”. Não vim para abolir, mas para dar-lhes pleno cumprimento. 18Em verdade, eu vos digo: antes que o céu e a terra deixem de existir, nem uma só letra ou vírgula serão tiradas da lei, sem que tudo se cumpra. 19Portanto, quem desobedecer a um só desses mandamentos, por menor que seja, e ensinar os outros a fazerem o mesmo, será considerado o menor no Reino dos Céus. Porém, quem os praticar e ensinar será considerado grande no Reino dos Céus.

— Palavra da Salvação
— Glória a vós, Senhor

Comentário ao Evangelho

Epifânio de Benevento (séc,V-VI), Bispo

"Para que se cumprisse a Escritura" (Jo 19,28)

"Não vim revogar a Lei, mas levá-la à perfeição." Nesse tempo, com efeito, o Senhor exerceu o seu poder para realizar na sua pessoa todos os mistérios que a Lei anunciava a seu respeito. Porque na sua Paixão levou a cabo todas as profecias. Quando lhe ofereceram, segundo a profecia de David (Sl 68,22), uma esponja embebida em vinagre para lhe acalmar a sede, aceitou-a dizendo: "Tudo está consumado." E reclinando a cabeça, rendeu o espírito ( Jo 19,30). Não só realizou pessoalmente tudo o que dissera, como nos confiou os seus mandamentos para que os puséssemos em prática. E, enquanto os antigos não haviam podido observar os mandamentos mais elementares da Lei (At 15,10), Ele mandou-nos cumprir os mais difíceis, por meio da Graça e do poder que 
vêm da Cruz.

Que Deus nos abençoe e guarde.

Severino Alves.

Acesso Restrito