Missa dos Fiéis Defuntos

 

Intenções

 

RITOS INICIAIS

 

COM: Amados irmãos e irmãs,

O Pai de bondade e ternura nos acolhe para celebrarmos a Páscoa do Senhor, neste dia dos fiéis defuntos.

  A esperança cristã de ressurreição e vida sem fim, se fundamenta na Ressurreição de Jesus, desde o momento do nosso Batismo, no qual participamos da morte e ressurreição do Senhor, vivendo a vida em comunhão com Ele, que vai se renovando e crescendo com os sacramentos, especialmente com a Eucaristia, que nos alimenta com o Pão da vida, que é Cristo. 

Cantemos!

ACOLHIDA

PR.: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.  

T.: Amém!

 

PR.: Irmãos e irmãs,

O Deus da esperança e da misericórdia vos acolha em seu  amor, na graça de nosso Senhor Jesus Cristo e na comunhão do Espírito Santo.

T.:Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.

ATO PENITENCIAL

PR.: “Quem crer em mim, ainda que  esteja morto, viverá”. O sofrimento, a perda de pessoas  que  amamos e a dor nos apontam para a necessidade que temos de Deus. Ele é  fonte de vida e de esperança. E a esperança em Deus não decepciona. Com humildade, supliquemos a Deus o perdão por nossos pecados.  (Pausa)

PR.: Senhor, que sois nossa proteção e nosso guia nas estradas da vida, tende piedade de nós.

T.: Senhor, tende  piedade de nós!

PR.: Cristo, que por vossa ressurreição vencestes a morte, ajudai-nos a superar nossas fraquezas e tende piedade de nós.

T.:  Cristo, tende  piedade de nós!

PR.: Senhor, que  sois fonte de amor e de liberdade, sustentai nossa esperança e tende piedade de nós.

T.:   Senhor, tende  piedade de nós! 

CONCLUSÃO DO ATO PENITENCIAL

PR.: Deus todo-poderoso...

ORAÇÃO DO DIA

 

LITURGIA  DA

PALAVRA

COM: A esperança de um dia contemplar a face do Senhor, e a fé de que somos salvos e destinados a participar da vida divina, formam a certeza da promessa de Jesus Cristo, de que todos somos destinados a viver eternamente, junto de Deus.

 

1ª  LEITURA (Jó 19, 1.23-27a)

Leitura do Livro de Jó:

1Jó tomou a palavra e disse:

23Gostaria que minhas palavras fossem escritas e gravadas numa inscrição24com ponteiro de ferro e com chumbo, cravadas na rocha para sempre!

25Eu sei que o meu redentor está vivo e que, por último, se levantará sobre o pó;26e depois que tiverem destruído esta minha pele, na minha carne, verei a Deus.27aEu mesmo o verei, meus olhos o contemplarão, e não os olhos de outros”.



- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

 

SALMO  RESPONSORIAL   (26)

 

O Senhor é minha luz e salvação.

O Senhor é minha luz e salvação.

O Senhor é minha luz e salvação.

O Senhor é minha luz e salvação;/ de quem eu terei medo?/ O Senhor é a proteção da minha vida;/ perante quem eu tremerei?

Ao Senhor eu peço apenas uma coisa,/ e é só isto que eu desejo:/ habitar no santuário do Senhor/ por toda a minha vida;/ saborear a suavidade do Senhor/ e contemplá-lo no seu templo.

— Ó Senhor, ouvi a voz do meu apelo,/ atendei por compaixão!/ É vossa face que eu procuro./ Não afasteis em vossa ira o vosso servo,/ sois vós o meu auxílio!

Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver/ na terra dos viventes./ Espera no Senhor e tem coragem,/ espera no Senhor!

 

2ª LEITURA (Rm 5, 5-11)

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos:

Irmãos:3Será que ignorais que todos nós, batizados em Jesus Cristo, é na sua morte que fomos batizados?

4Pelo batismo na sua morte, fomos sepultados com ele, para que, como Cristo ressuscitou dos mortos pela glória do Pai, assim também nós levemos uma vida nova.5Pois, se fomos, de certo modo, identificados a Jesus Cristo por uma morte semelhante à sua, seremos semelhantes a ele também pela ressurreição.

6Sabemos que o nosso velho homem foi crucificado com Cristo, para que seja destruído o corpo de pecado, de maneira a não mais servirmos ao pecado.7Com efeito, aquele que morreu está livre do pecado.8Se, pois, morremos com Cristo, cremos que também viveremos com ele.

9Sabemos que Cristo ressuscitado dos mortos não morre mais; a morte já não tem poder sobre ele.



- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Anúncio do Evangelho (Jo 11, 17-27)

O Senhor esteja convosco.

Ele está no meio de nós.

PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo+segundo João.

Glória a vós, Senhor.

17Quando Jesus chegou a Betânia, encontrou Lázaro sepultado havia quatro dias.18Betânia ficava a uns três quilômetros de Jerusalém.19Muitos judeus tinham vindo à casa de Marta e Maria para as consolar por causa do irmão.20Quando Marta soube que Jesus tinha chegado, foi ao encontro dele. Maria ficou sentada em casa.

21Então Marta disse a Jesus: “Senhor, se tivesses estado aqui, meu irmão não teria morrido.22Mas mesmo assim, eu sei que o que pedires a Deus, ele te concederá”.

23Respondeu-lhe Jesus: “Teu irmão ressuscitará”.

24Disse Marta: “Eu sei que ele ressuscitará na ressurreição, no último dia”.

25Então Jesus disse: “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, mesmo que morra, viverá.26E todo aquele que vive e crê em mim não morrerá jamais. Crês isto?”

27Respondeu ela: “Sim, Senhor, eu creio firmemente que tu és o Messias, o Filho de Deus, que devia vir ao mundo”.



— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.



ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

 

EVANGELHO (Jo 6, 37-40)

Anúncio do Evangelho (Jo 11, 17-27)

O Senhor esteja convosco.

Ele está no meio de nós.

PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo+segundo João.

Glória a vós, Senhor.

17Quando Jesus chegou a Betânia, encontrou Lázaro sepultado havia quatro dias.18Betânia ficava a uns três quilômetros de Jerusalém.19Muitos judeus tinham vindo à casa de Marta e Maria para as consolar por causa do irmão.20Quando Marta soube que Jesus tinha chegado, foi ao encontro dele. Maria ficou sentada em casa.

21Então Marta disse a Jesus: “Senhor, se tivesses estado aqui, meu irmão não teria morrido.22Mas mesmo assim, eu sei que o que pedires a Deus, ele te concederá”.

23Respondeu-lhe Jesus: “Teu irmão ressuscitará”.

24Disse Marta: “Eu sei que ele ressuscitará na ressurreição, no último dia”.

25Então Jesus disse: “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, mesmo que morra, viverá.26E todo aquele que vive e crê em mim não morrerá jamais. Crês isto?”

27Respondeu ela: “Sim, Senhor, eu creio firmemente que tu és o Messias, o Filho de Deus, que devia vir ao mundo”.



— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.



HOMILIA

PROFISSÃO  DE  FÉ

PRECES DA ASSEMBLÉIA

PR.:Irmãos caríssimos elevemos a nossa oração a Deus Pai que ressuscitou dentre os mortos Jesus Cristo, seu Filho e Senhor nosso, e peçamos-lhe a salvação e a paz para os vivos e falecidos.

 

T.: Atendei nossa prece,  Senhor!

  1. Colocamos em vossas mãos a vossa Igreja, que peregrina nas estradas do mundo, rumo à eternidade.Conservai-a em vosso amor e fortalecei nela a profecia em favor da vida, nós vos pedimos...
  2. Consolai nossos irmãos  e irmãs que hoje choram a saudade de seus falecidos. Concedei-lhes  a graça da fé e o alívio da vossa presença, nós vos pedimos...
  3. Por todos os nossos mortos, que receberam no batismo o germe da vida eterna e se nutriram do Corpo de Cristo, pão da vida eterna, para que sejam recebidos na comunhão dos Santos, nós vos pedimos...
  4. Avivai no interior de cada um de nós o amor pela vida e a esperança na eternidade e não nos deixeis enfraquecer no momento derradeiro de nossa existência, nós vos pedimos...

(Preces espontâneas)

PR.: Colocamos diante de vós estas preces,  Senhor, e tantos pedidos que estão em nossos corações, para que em vossa bondade nos tornemos bons, e, fazer o bem,  seja nosso modo de viver.  PCNS.

LITURGIA

EUCARÍSTICA

PREPARAÇÃO DAS OFERENDAS

 

COM.:  No altar do Senhor, nosso anseio é apresentar as oferendas de modo sereno e como sacrifício de agradecimento pela vida de amigos e familiares falecidos.

Cantemos

PR.: Orai, irmãos e irmãs...

T.: Recebei ó Senhor por tuas mãos este sacrifício...

SOBRE AS OFERENDAS

PREFÁCIO

(Missal Pág. 464)

SANTO

ORAÇÃO EUCARÍSTICA III

(Missal Pág. 482)

PAI NOSSO

CORDEIRO

COMUNHÃO

DEPOIS DA COMUNHÃO

 
   

 

RITOS FINAIS

BENÇÃO FINAL

CANTO FINAL

EQUIPE RESPONSÁVEL: SÃO PAULO

SAB(N) São João : Neusair, Edivani, Valdileide e Vitória.

DOM (M) São Pedro: Juliana, Eduardo ,Betânia e Chico.

DOM (T) São Lucas: Auxiliadora, Thiago, Vilany e Cláudio.

DOM (N) São Mateus: Nazaré, Cléo, Hugo e João.

Acesso Restrito