Mateus 5,27 - 30 (436)

Texto bíblico comentado (436)

Irmãos e irmãs,

Participemos da leitura e reflexão da Palavra de Deus. Como serei amigo e discípulo de Jesus Cristo se for por outro caminho que não o ensinado por Ele?

Mateus 5, 27 – 30 – Evitar o adultério - Ouviste o que foi dito: Não cometerás adultério. Eu, porém, vos digo: todo aquele que olha para uma mulher com desejo libidinoso já cometeu adultério com ela em seu coração. Caso o teu olho direito te leve a pecar, arranca-o e lança-o para longe de ti, pois é preferível que se perca um dos teus membros do que todo o teu corpo seja lançado na geena. Caso a tua mão direita te leve a pecar, corta-a e lança-a para longe de ti, pois é preferível que se perca um dos teus membros do que todo o teu corpo vá para a geena. Palavra da Salvação!

Comentário: Ao criar o homem e a mulher, Deus conferiu-lhes a dignidade pessoal de igual modo. O sexto mandamento: "Não cometerás adultério", ordena que sejamos santos também na utilização dos nossos corpos, e que tenhamos respeito por nós próprios e pelas outras pessoas, porque somos obra de Deus e templos do Espírito Santo. Isso significa que devemos reconhecer nossa dignidade sexual, bem como que a aliança livremente contraída pelos esposos com a bênção de Deus exige fidelidade.

Para nós que vivemos neste tempo pós-moderno, parece que estamos vivendo valores pelo avesso. As motivações contrárias à lei de Deus que nos chegam a cada instante apresentam adultérios, divórcios e encontros envolvendo novos parceiros como atitudes corretas e valores a serem seguidos. Consequentemente a solidez do matrimônio e da família perde espaço para novos comportamentos.

Jesus aprofundou a exigência contra o adultério mostrando que a infidelidade já começa na intenção do coração: "Todo aquele que olha para uma mulher com desejo libidinoso já cometeu adultério com ela em seu coração". Esclareçamos que o pecado não se inicia na tentação ou no simples pensamento instintivo, se não for aceita a sugestão ali contida. O pecado acontece se alguém se determina a tornar a sugestão do mal uma realidade, mesmo que essa realidade seja apenas uma expansão libidinosa de pensamento unilateral.

As expressões fortes provocadas pelas afirmações de Jesus: "Caso o teu olho direito te leve a pecar, arranca-o e lança-o para longe de ti (...), e caso a tua mão direita te leve a pecar, corta-a e lança-a para longe de ti (...)" não significam que nós devamos sair arrancando olhos e braços por ai. Mas que devemos agir rigorosamente contra o mal que nos assedia e que pode nos levar à condenação.

O que realmente está em jogo é: "Seguir ou não seguir Jesus". Seguir Jesus é amá-lO e pôr em prática os Seus ensinamentos. Assim, cabe-nos pensar: Vou rejeitar as orientações dadas por Ele? Vou por em risco minha vida espiritual? Como serei amigo e discípulo de Jesus Cristo se for por outro caminho que não o ensinado por Ele? Então, decidamos se vamos segui-lO ou se vamos rejeitá-lO.

Um forte abraço para todos,

Fraternalmente,

Severino Alves

E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

1Curtir · · Compartilhar.

Ely Queiroz curtiu isto..

Acesso Restrito