MATEUS 2,19-23 (422)

Texto bíblico diário comentado (422)

Irmãos e irmãs,

Participemos da leitura e reflexão diária da Palavra de Deus. Jesus, o Nazareno, vai se tornando homem plenamente consagrado à Sua missão, no ambiente escolhido por Deus.

Mateus 2,19-23 –Retorno do Egito e estabelecimento em Nazaré- Quando Herodes morreu, eis que o Anjo do Senhor manifestou-se em sonho a José, no Egito, e lhe disse: "Levanta-te, toma o menino e sua mãe e vai para a terra de Israel, pois os que buscavam tirar a vida ao menino já morreram". Ele se levantou, tomou o menino e sua mãe e entrou na terra de Israel. Mas, ouvindo que Arquelau era rei da Judéia em lugar de seu pai Herodes, teve medo de ir para lá. Tendo recebido um aviso em sonho, partiu para a região da Galiléia e foi morar numa cidade chamada Nazaré, para que se cumprisse o que foi dito pelos profetas: Ele será chamado Nazoreu. Palavra da Salvação!

Comentário: Para nos situarmos em termos de domínio político na Palestina naquela época, lembramos alguns pontos: Herodes, antes de sua morte (4 a.C.), estabeleceu Arquelau, seu filho, como rei. Porém, devido a disputas de outros irmãos pelo trono, o imperador romano divide a Palestina em três principados, concedendo títulos.

Arquelau tornou-se etnarca, envolvendo a Judéia, a Samaria e a Iduméia, governando até o ano 6 d.C. de forma violenta. Por serem regiões intranquilas, passaram a ser administradas por procuradores de Roma, caso de Pôncio Pilatos.

A Filipe, outro filho de Herodes, foi concedido o título de tetrarca na região nordeste, abrangendo a Ituréia e Traconítide (4 a.C a 34 d.C.). Atribui-se a ele um governo moderado, justo e pacífico.

A Herodes Antipas, também filho do falecido Herodes, foi dado o título de tetrarca da Galiléia e Peréia (4 a.C. a 39 d.C.). Foi quem mandou prender e matar João Batista - Jesus o chamava de raposa -investigava as ações de Jesus e aparece no Seu julgamento.

É nessa efervescência política que José, voltando do Egito, decide morar na Galiléia, especificamente numa vila chamada Nazaré. Naquela região se encontravam muitos descontentes e revolucionários anti-romanos, chamados Zelotas.

No período em que Jesus crescia, o exército romano comandado por Varo, vindo da Antioquia da Síria, chegou a marchar pela Galiléia em busca de revoltosos, chegando a destruir a cidade de Séforis, a 4 km de Nazaré, a qual foi reconstruída por Herodes Antipas, que ali fixa residência até o ano 20 d.C..

Mateus conclui o texto fazendo referência a uma expressão: "Ele será chamado Nazoreu". que talvez possa se referir a Isaías 11,1-2: "Um ramo sairá do tronco de Jessé, um rebento brotará de suas raízes", pois rebento significa nezer, derivativo de Nazaré, onde o rebento de Davi é o Emanuel, cf Isaías 7,14. Já os termos Nazareno, Nazireu e Nazorene, como sinônimos, indicam a origem de Jesus ligada a Nazaré. Em hebraico nazir significa 'consagrado'. E Assim, Jesus vai se tornando homem, plenamente consagrado à Sua missão.

Um forte abraço para todos

Fraternalmente,

Severino Alves

E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Acesso Restrito