Domingo, Abril 30, 2017

BRASO NOVO - 2015 e 2016

Este é o site da Paróquia do Rosário de
Campina Grande, Paraíba, Brasil

Através deste site, a ativa comunidade da paróquia interage, obtém informação e usufrui de serviços web voltados para a religiosidade que cerca suas atividades. Explore nosso site, começando pela página de nosso brasão, criado na comemoração do jubileu de 70 anos de existência da paróquia.

Conheça Nosso Brasão

Agenda é um recurso útil para quem não conhece a rotina da paróquia e para quem quer saber sobre eventos correlatos.

Nosso site agora apresenta uma agenda integrada com o Google, de modo a mostrar informações sobre atividades rotineiras e sobre eventos especiais de forma mais amigável e mais clara, inclusive com mapas dos locais associados.

Confira a Agenda

"Uma imagem vale por mil palavras."

O site da Paróquia do Rosário inovou na apresentação de suas fotos, facilitando o acesso às imagens e aprimorando o uso deste recurso.

Mais detalhes

dest_youtube

“Se uma imagem vale por mil palavras, quanto valerá um vídeo com uma mensagem valorosa?”

O site da Paróquia do Rosário passa a indicar sites de vídeos publicados no YouTube, com destaque para vídeos relacionados com a Igreja Católica e temas afins. Acesse nossa página de vídeos e veja o acervo que disponibilizamos para você.

Vídeos Recomendados

"Em uma sociedade cada vez mais digitalizada, devemos
seguir pelos mesmos caminhos do nosso rebanho para prosseguir a evangelização."

A Paróquia do Rosário marca sua presença no Twitter, para manter estreita a comunicação com os seus seguidores virtuais. Visite nossa página do Twitter e nos acompanhe nesta caminhada.

Visite nosso Twitter

"O dízimo é um ato de fé. É a prova de que acreditamos que tudo que temos vem de Deus."

Visite nossa página dedicada ao Dízimo, que é muito mais do que uma simples contribuição material para a sua comunidade religiosa.

Saiba Mais

"Nós temos os líderes que merecemos, pois somos nós, através do voto, que elegemos estes líderes.

A Igreja Católica tem uma posição muito bem definida quanto a importância do ato cívico de votar. O eleitor deve ter em mente a importância do sufrágio para o futuro dele, de sua família e da sociedade onde está inserido.

Leia Mais

Vídeo em Destaque

You need Flash player 6+ and JavaScript enabled to view this video.

Playlist: 0 | 1 | 2 | 3

SANTA MISSA EM SEU LAR

SANTA MISSA EM SEU LAR

PLAY - AOS SÁBADOS ÀS 19h30MIN (TV ITARARÉ)

SEMANA SANTA  2017- Memorial

A PARÓQUIA DE NOSSA SENHORA DO  ROSÁRIO EM CAMPINA – PARAÍBA mais uma vez   manteve  a tradição cristã, com a vivência da SEMANA SANTA  2017, quando se concretizou a vasta  pauta de atividades programadas para o período de 07 a 16 de abril, cujos pilares  foram as celebrações   da PAIXÃO, MORTE e RESSURREIÇÃO de JESUS CRISTO.

Como acontece a cada ano,  nosso “POVO de DEUS” sentiu-se motivado pela IGREJA e veio participar, atendendo o CONVITE que lhe foi dirigido, para participar do mais expressivo memorial  do “AMOR de  CRISTO”  qual seja a  passagem da “MORTE para a VIDA”.  FOTO PANORÂMICA

Desta maneira, realizaram-se Ofícios da Semana Santa, atos penitenciais, confissões – Sacramento da Penitência -   celebrações eucarísticas, Batismo de Adulto e Vigílias eucarísticas que se tornaram  em  incentivos a mais para a integração e participação dos paroquianos.       

Assim aconteceu uma bonita demonstração de FÉ, DEVOÇÃO e RELIGIOSIDADE por parte dos IRMÃOS, desde o dia 07 de abril, quando se rezou a terceira versão da  VIA SACRA PÚBLICA pelas ruas do Bairro. Seguindo-se veio o DOMINGO de RAMOS que rememora a entrada triunfal de JESUS CRISTO em JERUSALÉM. E culminou com a bela  VIGÍLIA de PÁSCOA - no sábado; seguida do DOMINGO DE PÁSCOA, com a celebração da RESSURREIÇÃO.  Sem dúvida um momento muito forte da nossa vida em Cristo.

DSC 7772

SEXTA FEIRA SANTA.jpg - IR. BERNADETE 24 VIGÍLIA DE PÁSCOA - Sábado 15.04.2017 -26

VIGÍLIA DE PÁSCOA - Sábado 15.04.2017 -36

Simbolizando a alegria pela RESSURREIÇÃO DE CRISTO, a MATRIZ do ROSÁRIO cobriu-se  de beleza, através do  cenário criado para a ocasião,  onde se exalava a essência  das muitas belas flores,   em meio ao brilho colorido dos tecidos de voil esvoaçante que adornavam o presbitério. Tudo muito bonito e expressivo do forte tempo vivenciado em nossa Igreja. 

 

Para tanto, foram bastante significativos o envolvimento direto  do Pároco Pe. MÁRCIO HENRIQUE   que assumiu a coordenação dos trabalhos, a assessoria do Vigário Paroquial Pe. ISAÍAS  RODRIGUES,  a colaboração do Pe. EUGÊNIO VITAL e do Monsenhor ANTÔNIO APOLINÁRIO, além  da  integração do  Diácono ANTÔNIO LISBOA, destacando-se   o especial e valioso empenho das EQUIPES de LITURGIA.

Vale lembrar as evocativas palavras de Santo Agostinho: “com a sua Ressurreição, nosso Senhor Jesus Cristo converteu em glorioso o dia que a sua morte tornara triste. Por isso, trazendo solenemente à memória aqueles dois momentos, permaneçamos de vela recordando a sua morte e alegremo-nos, acolhendo a sua Ressurreição. ESTA É A NOSSA FESTA ANUAL, A NOSSA PÁSCOA, (...) POIS CRISTO, NOSSA PÁSCOA, FOI IMOLADO E O QUE ERA ANTIGO PASSOU; TUDO FOI RENOVADO.”

“Somos mergulhados na MORTE e na VIDA NOVA do RESSUSCITADO. O CRISTO RESSUSCITADO suscite NOVA VIDA e nos dê a coragem de olhar para o futuro com ESPERANÇA”.SEXTA FEIRA SANTA.jpg  OFÍCIO DA AGONIA

                                Fotos - Ofício da Semana Santa  na Matriz de Nossa Senhora do Rosário.

OFÍCIO DA SEMANA SANTA - SÁBADO SANTO.jpg 2

Fotos: Arquivos PASCOM ROSÁRIO

                                    Campina Grande PB - abril 2017       

 

 

PÁSCOA -  PAPA FRANCISCO

Queridos irmãos e irmãs,

F E L I Z   P Á S C O A !

Hoje, em todo o mundo, a Igreja renova o anúncio maravilhoso dos primeiros discípulos: «Jesus ressuscitou!» - «Ressuscitou verdadeiramente, como havia predito!»

A antiga festa de Páscoa, memorial da libertação do povo hebreu da escravidão, alcança aqui o seu cumprimento: Jesus Cristo, com a sua ressurreição, libertou-nos da escravidão do pecado e da morte e abriu-nos a passagem para a vida eterna.

Todos nós, quando nos deixamos dominar pelo pecado, perdemos o caminho certo e vagamos como ovelhas perdidas. Mas o próprio Deus, o nosso Pastor, veio procurar-nos e, para nos salvar, abaixou-Se até à humilhação da cruz. E hoje podemos proclamar: «Ressuscitou o bom Pastor, que deu a vida pelas suas ovelhas e Se entregou à morte pelo seu rebanho. Aleluia!» (Missal Romano, IV Domingo de Páscoa, Antífona da Comunhão).

Através dos tempos, o Pastor ressuscitado não Se cansa de nos procurar, a nós seus irmãos extraviados nos desertos do mundo. E, com os sinais da Paixão – as feridas do seu amor misericordioso –, atrai-nos ao seu caminho, o caminho da vida. Também hoje Ele toma sobre os seus ombros muitos dos nossos irmãos e irmãs oprimidos pelo mal nas suas mais variadas formas.

O Pastor ressuscitado vai à procura de quem se extraviou nos labirintos da solidão e da marginalização; vai ao seu encontro através de irmãos e irmãs que sabem aproximar-se com respeito e ternura e fazer sentir àquelas pessoas a voz d’Ele, uma voz nunca esquecida, que as chama à amizade com Deus.

Leia mais...

                             O átrio da   MATRIZ DE NOSSA SENHORA  DO ROSÁRIO  serviu de cenário,  na manhã deste  último DOMINGO DE RAMOS, dia 09/04, onde se acomodou e foi acolhido o grande número de paroquianos,  para a abertura dos momentos celebrativos e rituais  mais expressivos da grande devoção para todos os católicos: as CELEBRAÇÕES da SEMANA SANTA.

DSC 7773

                    O Pároco Pe. Márcio Henrique M. Fernandes procedeu à abertura  com a  tradicional  bênção dos ramos, de acordo com o ritual próprio e seguiu com a PROCISSÃO DE RAMOS, em direção  ao interior do Templo.  O gesto traduz a expressão de  simplicidade com que NOSSO SENHOR JESUS CRISTO entrou na Cidade de Jerusalém, onde foi saudado pelo povo de Israel, com ramos de palmeira e de oliveira. 

                       A Assembleia reverenciou a vitória de JESUS CRISTO sobre a morte, entoando cânticos como “Hosana ao filho de Davi!” e “Bendito o que vem em nome do Senhor”. E  erguendo os ramos, louvou festivamente a representação dos passos de Jesus em sua entrada na cidade santa.

SEMANA SANTA 21- IR. Bernadete

                        A segunda leitura da missa apresentou a carta de São Paulo aos Felipenses (FL 2,6-11), que ensina: “Jesus esvaziou-se a si mesmo, assumindo a condição de escravo e tornando-se igual aos homens. Encontrado com aspecto humano, humilhou-se a si mesmo, fazendo-se obediente até a morte, e morte de cruz. Por isso, Deus o exaltou acima de tudo e lhe deu o nome que está acima de todo nome.”

CELEBRAÇÃO DA NOITE - Pe. Isaías 01

Insere-se no  EVANGELHO DE MATEUS, a expressiva  descrição da   PAIXÃO DE JESUS CRISTO,  desde a traição de JUDAS, que dentre os 12 discípulos, optou pela TRAIÇÃO,  pela recompensa de 30 moedas. Relatam-se também,  os preparativos para a PÁSCOA e a última ceia de JESUS, antes de ser entregue aos fariseus. O dilema vívido por PEDRO diante a sua negação como seguidor de Cristo, o flagelo de JESUS e a atitude do Governador Romano, Poncio Pilatos, que lavou as mãos diante da escolha do povo, para que CRISTO  fosse crucificado ao invés de BARRABÁS.

Na homilia, Padre Márcio Henrique enfatizou a importância da SEMANA SANTA que se inicia, fazendo memória da   PAIXÃO de CRISTO.   O pároco lembrou que drama da Paixão é o drama da humanidade, que consiste em muitas contradições.

 

"Por meio da leitura do Santo Evangelho escrito por Mateus, entendemos que a cortina se rasga porque a esfera de Deus não pode se comprometer com as traições humanas. Dizemos que Jesus é o messias e o salvador porque ele realizou tudo o que nós não fizemos."

Os ramos apresentados na Santa MISSA  são SINAIS do  nosso reconhecimento de JESUS  como nosso SENHOR e SALVADOR.

A SEMANA SANTA  portanto deve servir para nossas meditações; para nossos questionamentos e avaliações que nos levem a nos enxergarmos, no contexto do sentido que ela encerra. Que possamos tomar consciência da nossa responsabilidade como seguidores de JESUS CRISTO.   Afinal, como estamos nos posicionando, diante da Paixão e  Morte do Salvador? Quem somos de verdade?  E com  qual personagem da narrativa da Paixão nos  assemelhamos? Quem sou eu, em face de JESUS que sofre? Esses são pontos da Catequese do Papa Francisco, para nossa VIDA e  conversão. 

Também à noite, na Matriz do Rosário, no horário das 19:30 horas,  o Vigário Paroquial Padre Isaías Rodrigues presidiu a bonita celebração  e foi auxiliado pelo Diácono Antônio Lisboa. Houve uma significativa participação da Assembleia Litúrgica que foi conduzida a refletir sobre o momento vivenciado, em preparação para a PÁSCOA : VIDA NOVA em CRISTO RESSUSCITADO.  Com muita ênfase, o celebrante em sua rica homilia, trabalhou a catequese sobre o sentido da Paixão, Morte e Ressurreição, bem como sobre a necessidade de todos assumirem seu papel, através de práticas  cristãs e da vivência concreta e dedicada da SEMANA SANTA.

 CELEBRAÇÃO DA NOITE - Pe. Isaías 03

CELEBRAÇÃO DA NOITE - Pe. Isaías 02

Por fim, destacou-se a importância de todos contribuírem com um gesto concreto para ajudar a transformar o mundo, aderindo ao Dia Nacional da Coleta da Solidariedade, em favor da CAMPANHA DA FRATERNIDADE  2017, que neste ano elegeu como tema  Fraternidade: Biomas Brasileiros e defesa da Vida. Os recursos arrecadados com a Coleta Nacional da Solidariedade serão destinados a apoiar projetos relacionados ao tema da Campanha da Fraternidade na Diocese e também para apoiar as ações do Fundo Nacional da Solidariedade, administrado pela Confederação Nacional dos Bispos (CNBB).

  

A MISSA DE RAMOS abriu  a SEMANA SANTA,  ensejando o clima de motivação entre  os irmãos,  para o  grande marco da fé cristã: o mistério da PAIXÃO, MORTE  e RESSURREIÇÃO  do SENHOR. 

DSC 7558DSC 7580A PARÓQUIA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO em CAMPINA GRANDE PB, em sintonia com as diretrizes traçadas por nossa DIOCESE e pela  CNBB para este ANO NACIONAL MARIANO  -  dedicado às comemorações dos 300 anos da aparição da imagem de NOSSA SENHORA APARECIDA -  promoveu a  terceira versão da sua  VIA SACRA PÚBLICA,  um bonito exercício de piedade, em comunhão com a Igreja no Brasil.

                     Assim nesse contexto inseriu-se também a motivação para a CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2017, através da qual  todos somos convidados  a refletir  sobre a nossa responsabilidade pela existência e  preservação dos biomas brasileiros, dons de DEUS para todos. A partir do Tema “Cultivar e Guardar a Criação” (Gn 2.15), a Igreja faz o seu chamamento aos irmãos e os conscientiza  para o compromisso e a cultura do cuidado  com a NATUREZA, nossa grande riqueza.  Sobre o assunto, “o PAPA FRANCISCO  reafirma a ligação entre nós, seres humanos, a natureza e o ambiente, criação e sociedade, ligando ecologia humana e ecologia ambiental”.

DSC 7625

                    Entre nós, sem dúvida, o último dia 07/04 – primeira sexta feira do mês – ficou bem marcado na história da  vida da COMUNIDADE do ROSÁRIO,  ao atender o chamado de suas lideranças – Pe. Márcio Henrique – Pároco – e Pe. Isaías Rodrigues – Vigário Paroquial    que traçaram todos os passos, para o alcance dos objetivos.  Assim os animadores pastorais   e seus grupos foram mobilizados para  “vestir a camisa” do evento e, com muita garra, participar do significativo momento.  

                   DSC 7749A Via Sacra saiu da Matriz do Rosário,  por volta das 20:00 horas, encaminhou-se pelas ruas do Bairro da Prata, em direção ao Bairro Universitário, onde está sendo edificada a CAPELA DA RAINHA DA PAZ.  A cada  ESTAÇÃO, uma parada para LEITURAS, ORAÇÕES e MEDITAÇÕES sobre os Mistérios da Paixão, Morte e Ressurreição do Senhor. E propiciaram-se  fortes comoções das pessoas que aguardavam  sua passagem, ao cantar: “A morrer crucificado, teu Jesus  é condenado, por teus crimes, pecador. Pela Virgem dolorosa, vossa Mãe tão piedosa, perdoai-nos, meu Jesus”. 

                   Ao chegar à Capela, a culminância. A Assembleia   vivenciou, com intensidade, as fortes expressões do “sofrimento e dor de MARIA”, através da encenação de “fragmentos da  Paixão”, a cargo dos jovens do Grupo Cênico da Comunidade Obra Nova do Coração de Maria que também integra a Família do Rosário.

                   O gesto materno de MARIA, ao cuidar do seu Filho JESUS CRISTO serve de incentivo para todos, ajudando-nos a promover, em todas as situações, a VIDA, e  jamais a MORTE.  Assim foi encerrada a bela celebração.

         

 

Este Domingo de Ramos se converte, para os cristãos católicos, na porta de entrada à Semana mais Santa de todas, aquela na qual rememoramos os gestos e as palavras de Jesus em seu ato definitivo de dar sua vida para dar-nos a Vida Nova.

 

DOMINGO DE RAMOS 2017

As portas de Jerusalém se abrem para que Jesus entre na Cidade Santa, para que possa cumprir ali sua Páscoa, a Páscoa que nos salva. O que a imagem de Jesus tão humilde, montado num jumentinho, entrando em Jerusalém quer dizer a este mundo de tanta tecnologia, de tanto poder e prepotência, de tanta violência e terrorismos?

Os ramos de oliveira e de palmeira agitados pela multidão ao passar Jesus, o único rei que pode dar a paz; as vestes estendidas no caminho; gestos oferecidos com generosidade como corações dispostos a recebê-lo, poderiam ser sinais autênticos de um mundo que igual a “Sião”, ainda busca encontrar a paz, a verdade e a justiça na mensagem de Jesus de Nazaré.

São Mateus nos narra em seu evangelho (cf. Mt 21,1-11) uma só visita de Jesus a Jerusalém e a coloca como o centro de toda sua atividade evangelizadora e manifestação do verdadeiro messianismo de Jesus. A humilde figura de Jesus contrasta enormemente com os gritos de alegria proclamando-o como “o filho de Davi, o que vem em nome do Senhor”. Todas as expectativas que sinalizavam para o Messias como um rei poderoso e forte, que com espada e lança libertaria Israel de todos seus inimigos se veem ridicularizadas quando Jesus se apresenta “montado em um jumentinho”. E se por um lado a multidão se anima manifestando-lhe que vem “seu rei” que lhe trará a paz, por outro lado toda a humildade e simplicidade com que Jesus entra em Jerusalém manifestam o verdadeiro caminho da paz. Jesus oferece uma manifestação de sua condição de Rei-Messias, não com o ar triunfal dos vencedores, mas sim com a simplicidade do que vem para servir a seu povo.

Leia mais...

MISSAS NO ROSRIO - HORRIOS

papa

BISPO DIOCESANO

dom delson - 2014

Mensagem da Semana

PADRE MRCIO HENRIQUE

ESPAÇO DE EVANGELIZAÇÃO

biblia

COMUNIDADE RAINHA DA PAZ

CAPELA RAINHA DA PAZ  foto

Meu Dia de Oração

oracao

Clima Tempo

 

CATEQUESE COM O PAPA

BRASO DO PAPA FRANCISCO

Visitantes On-Line

Nós temos 369 visitantes online

Contador de Visitas

00975410
 

Webmail

Rosário no Twitter

 

Acesso Restrito