Quarta, Maio 25, 2016

Este é o site da Paróquia do Rosário de
Campina Grande, Paraíba, Brasil

Através deste site, a ativa comunidade da paróquia interage, obtém informação e usufrui de serviços web voltados para a religiosidade que cerca suas atividades. Explore nosso site, começando pela página de nosso brasão, criado na comemoração do jubileu de 70 anos de existência da paróquia.

Conheça Nosso Brasão

Agenda é um recurso útil para quem não conhece a rotina da paróquia e para quem quer saber sobre eventos correlatos.

Nosso site agora apresenta uma agenda integrada com o Google, de modo a mostrar informações sobre atividades rotineiras e sobre eventos especiais de forma mais amigável e mais clara, inclusive com mapas dos locais associados.

Confira a Agenda

"Uma imagem vale por mil palavras."

O site da Paróquia do Rosário inovou na apresentação de suas fotos, facilitando o acesso às imagens e aprimorando o uso deste recurso.

Mais detalhes

dest_youtube

“Se uma imagem vale por mil palavras, quanto valerá um vídeo com uma mensagem valorosa?”

O site da Paróquia do Rosário passa a indicar sites de vídeos publicados no YouTube, com destaque para vídeos relacionados com a Igreja Católica e temas afins. Acesse nossa página de vídeos e veja o acervo que disponibilizamos para você.

Vídeos Recomendados

"Em uma sociedade cada vez mais digitalizada, devemos
seguir pelos mesmos caminhos do nosso rebanho para prosseguir a evangelização."

A Paróquia do Rosário marca sua presença no Twitter, para manter estreita a comunicação com os seus seguidores virtuais. Visite nossa página do Twitter e nos acompanhe nesta caminhada.

Visite nosso Twitter

"O dízimo é um ato de fé. É a prova de que acreditamos que tudo que temos vem de Deus."

Visite nossa página dedicada ao Dízimo, que é muito mais do que uma simples contribuição material para a sua comunidade religiosa.

Saiba Mais

"Nós temos os líderes que merecemos, pois somos nós, através do voto, que elegemos estes líderes.

A Igreja Católica tem uma posição muito bem definida quanto a importância do ato cívico de votar. O eleitor deve ter em mente a importância do sufrágio para o futuro dele, de sua família e da sociedade onde está inserido.

Leia Mais

Vídeo em Destaque

You need Flash player 6+ and JavaScript enabled to view this video.

Playlist: 0 | 1 | 2 | 3

SANTA MISSA EM SEU LAR

SANTA MISSA EM SEU LAR

PLAY - AOS SÁBADOS ÀS 19h30MIN (TV ITARARÉ)

ESPÍRITO SANTO- IMAGEM 2015

Caro Amigo, estamos na semana final do Tempo da Páscoa. Esta semana litúrgica é caracterizada pela intensa preparação para a Solenidade de Pentecostes. Aqui vai - com meus comentários - uma belíssima Catequese de São Cirilo de Jerusalém, bispo do século IV; dizem-se coisas sublimes sobre o Espírito Santo.

ESPÍRITO SANTO 2

"A água que Eu lhe der se tornará nele fonte de água viva que jorra para a Vida eterna" (Jo 4,14). Água diferente, esta que vive e jorra; mas jorra apenas sobre os que são dignos dela.

(Observação minha: São Cirilo acerta em cheio ao citar esta passagem como referindo-se ao Espírito Santo. Trata-se do encontro de Jesus com a samaritana. Ela viera buscar água no poço de Jacó. Jesus é o verdadeiro poço: quem beber da água que Ele vai dar nunca mais terá sede, mas viverá para sempre, pois esta água é Vida eterna. Ora, tal água é o Espírito Santo. Isto aparece claramente no mesmo Evangelho de João: “No último dia da festa, o mais solene, Jesus, de pé, disse em alta voz: ‘Se alguém tem sede, que ele venha a Mim e que ele beba, aquele que crê em mim! Conforme a palavra da Escritura: De Seu seio, jorrarão rios de água viva’. Ele falava do Espírito que deviam receber aqueles que tinham crido Nele; pois não havia ainda Espírito, porque Jesus ainda não fora glorificado” (Jo 7,37-39). Do seio de Jesus morto e ressuscitado brotará perenemente para a Igreja o Espírito, que é a própria Vida que agora o Ressuscitado tem em plenitude e partilha conosco).

Por que motivo o Senhor dá o nome de “água” à graça do Espírito Santo? Certamente porque tudo tem necessidade de água; ela sustenta as ervas e os animais.

(Observação minha: Na Sagrada Escritura o Espírito é sempre associado a elementos que não têm um formato próprio, mas tomam a forma do recipiente que os contêm: água, nuvem, fogo, ar, perfume, óleo, vinho... E a imagem da pomba? Só aparece no batismo do Jordão e está associada ao óleo: como no Dilúvio, quando Noé saiu das águas e ali havia uma pomba que trazia no bico um ramo de oliveira – da qual se faz o óleo da unção, assim também Jesus, o homem novo, princípio da nova humanidade, ao sair das águas, é ungido com o “óleo” que é o Espírito Santo. Aquela pomba recorda precisamente o óleo da unção! O Espírito é simbolizado pela água porque vivifica como esta, é misterioso e esconde-Se nas nossas ações e decisões, como a água que não tem forma e adapta-se ao recipiente).

A água das chuvas cai dos céus; e embora caia sempre do mesmo modo e na mesma forma, produz efeitos muito variados. De fato, o efeito que produz na palmeira não é o mesmo que produz na videira; e assim em todas as coisas, apesar de sua natureza ser sempre a mesma e não poder ser diferente de si própria. Na verdade, a chuva não se modifica a si mesma em qualquer das suas manifestações. Contudo, ao cair sobre a terra, acomoda-se às estruturas dos seres que a recebem, dando a cada um deles o que necessita.

(Observação minha: Aqui o santo Bispo explicita o que já mencionei na observação acima. É muito importante esta ideia: o Espírito não tem forma; esconde-Se por trás de nossas decisões e ações. Sua atividade é múltipla, deixando efeitos diversos, dons diversos, carismas diversos.

Pense-se nos sacramentos; em todos eles recebemos o Espírito Santo; mas em cada um o efeito é diverso:
no Batismo é Espírito de vida,
na Crisma é Espírito de força,
na Eucaristia é Espírito feito Amor oblativo,
no Matrimônio é Amor esponsal,
na Penitência é dado para a remissão dos pecados,
na Ordem é Espírito que configura a Cristo Cabeça
e na Unção dos Enfermos é Espírito de consolo que nos une aos sofrimentos de Cristo.

 

Espirito-santo 4


Leia mais...

PAPA FRANCISCO - 2016 - SEMANA SANTA

MENSAGEM DE SUA SANTIDADE PAPA FRANCISCO 
PARA O 50º DIA MUNDIAL DAS COMUNICAÇÕES SOCIAIS

«Comunicação e Misericórdia: um encontro fecundo»

[8 de Maio de 2016]

Queridos irmãos e irmãs!

O Ano Santo da Misericórdia convida-nos a reflectir sobre a relação entre a comunicação e a misericórdia. Com efeito a Igreja unida a Cristo, encarnação viva de Deus Misericordioso, é chamada a viver a misericórdia como traço característico de todo o seu ser e agir. Aquilo que dizemos e o modo como o dizemos, cada palavra e cada gesto deveria poder expressar a compaixão, a ternura e o perdão de Deus para todos. O amor, por sua natureza, é comunicação: leva a abrir-se, não se isolando. E, se o nosso coração e os nossos gestos forem animados pela caridade, pelo amor divino, a nossa comunicação será portadora da força de Deus.

Como filhos de Deus, somos chamados a comunicar com todos, sem exclusão. Particularmente próprio da linguagem e das acções da Igreja é transmitir misericórdia, para tocar o coração das pessoas e sustentá-las no caminho rumo à plenitude daquela vida que Jesus Cristo, enviado pelo Pai, veio trazer a todos. Trata-se de acolher em nós mesmos e irradiar ao nosso redor o calor materno da Igreja, para que Jesus seja conhecido e amado; aquele calor que dá substância às palavras da fé e acende, na pregação e no testemunho, a «centelha» que os vivifica.

A comunicação tem o poder de criar pontes, favorecer o encontro e a inclusão, enriquecendo assim a sociedade. Como é bom ver pessoas esforçando-se por escolher cuidadosamente palavras e gestos para superar as incompreensões, curar a memória ferida e construir paz e harmonia. As palavras podem construir pontes entre as pessoas, as famílias, os grupos sociais, os povos. E isto acontece tanto no ambiente físico como no digital. Assim, palavras e acções hão-de ser tais que nos ajudem a sair dos círculos viciosos de condenações e vinganças que mantêm prisioneiros os indivíduos e as nações, expressando-se através de mensagens de ódio. Ao contrário, a palavra do cristão visa fazer crescer a comunhão e, mesmo quando deve com firmeza condenar o mal, procura não romper jamais o relacionamento e a comunicação.

Leia mais...

DOM ALDO - 2015

 

Em SUA EXORTAÇÃO, O PAPA SUGERE QUE A

IGREJA PRESTE-SE

 

A SER COMO UM “HOSPITAL E CAMPANHA” QUE

ACOLHE FERIDOS  NA GUERRA.                                 O PAPA PEDE AOS PASTORES "QUE ACOLHAM, ACOMPANHEM, USEM MISERICÓRDIA,"  EM RELAÇÃO ÀS PESSOAS FERIDAS, AFASTADAS DA COMUNIDADE CRISTÃ.  

 

  

Em sua Exortação “A alegria do amor”, o Papa Francisco aborda as situações e estilos de vida familiar, não raro envolta em sérios conflitos de graves complexidades. A Exortação estabelece os princípios éticos e os valores morais, sempre defendidos e promovidos pelo Evangelho e pela Tradição e Magistério da Igreja. Tem-se em vista a necessidade da formação humanitária e cristã da família, para que esta prevaleça sobre a crise de valores que se enfrenta na sociedade. Francisco apela para a educação (ou reeducação) para o amor fiel, capaz de fortalecer os vínculos conjugais e o convívio harmonioso dos pais com os filhos.

Leia mais...

DSCN10152

 

“As minhas ovelhas escutam minha voz, eu as conheço e elas me seguem” (cf. Jo 10,22-30)

No último final de semana, particularmente no Dia de Oração pelas Vocações Sacerdotais e Religiosas, domingo,  17 de abril, a  IGREJA do ROSÁRIO em CAMPINA GRANDE (PB) vivenciou  celebrações e atividades que marcaram brilhantemente a “FESTA DO BOM PASTOR”. Diversas foram as motivações com  que se testemunhou    a “VIDA em COMUNIDADE”,   tendo-se muito presente a imagem do “BOM PASTOR”  refletida e identificada  nos espelhos vocacionais que brilham entre nós. 

DSCN10341

DSCN10381

 

Concretamente, sob a presidência do Padre MÁRCIO HENRIQUE MENDES FERNANDES, PÁROCO E DIRIGENTE ESPIRITUAL,  e com a participação do DIÁCONO ANTONIO LISBOA, além das FAMÍLIAS paroquianas, realizou-se na MATRIZ do ROSÁRIO o belíssimo Banquete Eucarístico, quando  um grupo de CRIANÇAS viveu o seu primeiro encontro com o CRISTO EUCARÍSTICO, após um significativo período de formação conduzido pela Equipe de Catequese Paroquial

DSCN10591

DSCN11601

“Hoje é festa da Esperança, amanhã será melhor.

 

Uma igreja sem criança, é jardim que não tem flor.” 

 

Um bonito marco na valiosa história do Rosário  e na caminhada Cristã desses  pequeninos,  com  fortes emoções e  pura espiritualidade. 

Após uma etapa considerável de catequese, a grande meta foi alcançada. Muitos esforços se somaram, a partir das ações dos voluntários que se dedicam ao projeto de ser e fazer a Igreja de Jesus Cristo.  

Sobram portanto  a expectativa e a esperança de que as FAMÍLIAS mantenham-se perseverantes no  compromisso de estimular os  FILHOS na vivência e na prática da FÉ, alimentando e   fortalecendo  assim a  fidelidade  para com a sua  MISSÃO de Batizados. 

Especialmente neste ANO DA MISERICÓRDIA,  a Paróquia do Rosário sente-se gratificada,  louva a DEUS e pede bênçãos para seus   "BONS PASTORES", rogando pelas  VOCAÇÕES. Que o ESPÍRITO SANTO os conduza e o seu "SIM" incondicional  seja    realimentado. Em Cristo e por Cristo.  DSCN12181

 

 

O texto foi aprovado pelo bispos reunidos na 54ª Assembleia Geral

alt

A Presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou, na tarde desta quinta-feira, 14 de abril, Declaração sobre o momento nacional, dentro das atividades da 54ª Assembleia Geral da CNBB, que acontece em Aparecida (SP), de 6 a 15 de abril. Na ocasião, participaram o arcebispo de Brasília (DF) e presidente da CNBB, dom Sergio da Rocha; o arcebispo de Salvador (BA) e vice-presidente, dom Murilo Krieger; o bispo auxiliar de Brasília e secretário geral, dom Leonardo Steiner. 

Frente à crise ética, política, econômica e institucional pela qual passa o

país, o episcopado brasileiro conclama "o povo brasileiro a preservar os

altos valores da convivência democrática, do respeito ao próximo, da

tolerância e do sadio pluralismo, promovendo o debate político com

serenidade. Manifestações populares pacíficas contribuem para o              

fortalecimento da democracia. Os meios de comunicação social têm o

importante papel de informar e formar a opinião pública com fidelidade aos

fatos e respeito à verdade".

Confira a íntegra do texto:

DECLARAÇÃO DA CNBB SOBRE O

MOMENTO NACIONAL

 

“Quem pratica a verdade aproxima-se da luz”

(Jo 3,21).

Nós, bispos católicos do Brasil, reunidos em Aparecida, na 54ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), frente à profunda crise ética, política, econômica e institucional pela qual passa o país, trazemos, em nossas reflexões, orações e preocupações de pastores, todo o povo brasileiro, pois, “as alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos homens e mulheres de hoje, sobretudo dos pobres e de todos aqueles que sofrem, são também as alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos discípulos de Cristo” (Gaudium et Spes, 1).

Depois de vinte anos de regime de exceção, o Brasil retomou a experiência de um Estado democrático de direito. Os movimentos populares, organizações estudantis, operárias, camponesas, artísticas, religiosas, dentre outras, tiveram participação determinante nessa conquista. Desde então, o país vive um dos mais longos períodos democráticos da sua história republicana, no qual muitos acontecimentos ajudaram no fortalecimento da democracia brasileira. Entre eles, o movimento “Diretas Já!”, a elaboração da Carta Cidadã, a experiência das primeiras eleições diretas e outras mobilizações pacíficas.

Leia mais...

papa

BISPO DIOCESANO

dom delson - 2014

Mensagem da Semana

PADRE MRCIO HENRIQUE

ESPAÇO DE EVANGELIZAÇÃO

biblia

COMUNIDADE RAINHA DA PAZ

CAPELA RAINHA DA PAZ  foto

Meu Dia de Oração

oracao

Clima Tempo

 

CATEQUESE COM O PAPA

BRASO DO PAPA FRANCISCO

Visitantes On-Line

Nós temos 73 visitantes online

Contador de Visitas

00788537
 

Webmail

Rosário no Twitter

 

Acesso Restrito