Sábado, Janeiro 20, 2018

BRASAO DO ROSARIO original site do autor

Este é o site da Paróquia do Rosário de
Campina Grande, Paraíba, Brasil

Através deste site, a ativa comunidade da paróquia interage, obtém informação e usufrui de serviços web voltados para a religiosidade que cerca suas atividades. Explore nosso site, começando pela página de nosso brasão, criado na comemoração do jubileu de 70 anos de existência da paróquia.

Conheça Nosso Brasão

Agenda é um recurso útil para quem não conhece a rotina da paróquia e para quem quer saber sobre eventos correlatos.

Nosso site agora apresenta uma agenda integrada com o Google, de modo a mostrar informações sobre atividades rotineiras e sobre eventos especiais de forma mais amigável e mais clara, inclusive com mapas dos locais associados.

Confira a Agenda

"Uma imagem vale por mil palavras."

O site da Paróquia do Rosário inovou na apresentação de suas fotos, facilitando o acesso às imagens e aprimorando o uso deste recurso.

Mais detalhes

dest_youtube

“Se uma imagem vale por mil palavras, quanto valerá um vídeo com uma mensagem valorosa?”

O site da Paróquia do Rosário passa a indicar sites de vídeos publicados no YouTube, com destaque para vídeos relacionados com a Igreja Católica e temas afins. Acesse nossa página de vídeos e veja o acervo que disponibilizamos para você.

Vídeos Recomendados

"Em uma sociedade cada vez mais digitalizada, devemos
seguir pelos mesmos caminhos do nosso rebanho para prosseguir a evangelização."

A Paróquia do Rosário marca sua presença no Twitter, para manter estreita a comunicação com os seus seguidores virtuais. Visite nossa página do Twitter e nos acompanhe nesta caminhada.

Visite nosso Twitter

"O dízimo é um ato de fé. É a prova de que acreditamos que tudo que temos vem de Deus."

Visite nossa página dedicada ao Dízimo, que é muito mais do que uma simples contribuição material para a sua comunidade religiosa.

Saiba Mais

"Nós temos os líderes que merecemos, pois somos nós, através do voto, que elegemos estes líderes.

A Igreja Católica tem uma posição muito bem definida quanto a importância do ato cívico de votar. O eleitor deve ter em mente a importância do sufrágio para o futuro dele, de sua família e da sociedade onde está inserido.

Leia Mais

Vídeo em Destaque

You need Flash player 6+ and JavaScript enabled to view this video.

Playlist: 0 | 1 | 2 | 3

SANTA MISSA EM SEU LAR

SANTA MISSA EM SEU LAR

PLAY - AOS SÁBADOS ÀS 19h30MIN (TV ITARARÉ)

Sejamos “epifania” de Deus

Por Padre José Assis Pereira Soares

A festa litúrgica da “Epifania”, quer dizer, a festa da manifestação de Deus a todos os povos e nações, é representada na figura dos Magos do Oriente. Esta festa quer ressaltar que aquele Menino que nasce escondido no presépio da aldeia perdida de Belém é o Filho de Deus que hoje se mostra à humanidade inteira, por isso, os Magos em sinal de adoração lhe oferecem presentes: ouro, incenso e mirra reconhecendo-o como Rei e Deus Verdadeiro.

EPIFANIA

A Epifania é uma celebração solene no Oriente cristão, e na Igreja e realidade do Ocidente. Porque a fé cristã é um legado de quase vinte séculos. Uma herança que, na noite de nossa história, soube iluminar e dar cor com a estrela da fé, a cultura, a arte, a pintura, a música, os costumes e a sociedade, e difundiu uma nova forma de entender a existência humana e a própria vida.

Segundo o Evangelho (cf. Mt 2,1-12) os Magos, sábios, que vêm de terras distantes, estudiosos dos astros, perscrutadores do céu, buscadores de luz; seguiram uma estrela e não cessam em seu esforço, perguntam ao seu coração, a uns e a outros, à Jerusalém quando chegaram: “Onde está o Rei dos judeus que acaba de nascer? Nós vimos a sua estrela no Oriente e viemos adorá-lo.” (v. 2) Essa pergunta nós a traduzimos por: “Onde está Jesus?” e por extensão “onde está Deus?”

Tudo parece indicar que hoje, para muita gente esta pergunta não lhes interessa. Um amplo grupo de pessoas se pergunta mais onde está tal jogador de futebol, tal cantor ou cantora, tal ator ou atriz… grandes astros e estrelas, consagrados na fama e muito admirados. Para ir vê-los de perto, as pessoas são capazes dos maiores sacrifícios e, se for possível, tirar uma “self”, se os guarda-costas o permitirem.

 

Leia mais...

Dos Sermões de São Bernardo (1091-1153), abade e doutor da Igreja:

Céus, escutai! Terra, ouve com atenção! Que todas as criaturas, e sobretudo o homem, sejam arrebatadas de admiração e irrompam em louvores: «Jesus Cristo, Filho de Deus, nasce em Belém da Judeia».

Haverá notícia mais bela a anunciar à terra? Alguma vez se ouviu coisa parecida, alguma vez o mundo soube de alguma coisa semelhante? «Em Belém da Judeia nasce Jesus Cristo, o Filho de Deus».

Tão poucas palavras para exprimir a vinda do Verbo, a Palavra de Deus feita criança, mas que doçura nestas palavras! «Jesus Cristo, o Filho de Deus, nasce em Belém».

2017 MISSA DE NATAL 43

                               (fotos arquivo : Irmã Bernadete de Lima  -  MATRIZ DO ROSÁRIO -  presidiu a Celebração: Pe. Márcio Henrique - dia 24.12.2017 - CAMPINA GRANDE -PB ) 

Nascimento de uma santidade incomparável:

honra do mundo inteiro, exaltação de todos os homens devido ao bem imenso que Ele lhes traz, admiração dos anjos por causa da profundidade deste mistério de uma novidade sem paralelo (cf Ef 3,10).

«Jesus Cristo, Filho de Deus, nasce em Belém da Judeia».  

  

2017 MISSA DE NATAL 47

Vós que estais deitados na poeira, erguei-vos e louvai Deus!

Eis o Senhor que chega com a salvação, eis a vinda do Ungido do Senhor, do Seu Messias, ei-Lo que vem na Sua glória.

Feliz daquele que se sente atraído por Ele e que «acorre à fragrância dos Seus perfumes» (Ct 1,4 LXX): ele verá «a glória que lhe vem do Pai como Filho único» (Jo 1,14).

Vós que estais perdidos, respirai! Jesus vem salvar o que perecera.

Vós, os doentes, voltai a ser saudáveis: Cristo vem estender o bálsamo da Sua misericórdia sobre a chaga dos vossos corações.

Estremecei de alegria, todos vós que sentis grandes desejos: o Filho de Deus vem a vós para fazer de vós co-herdeiros do Seu Reino (Rm 8,17).

 

2017 MISSA DE NATAL 20

Sim, Senhor, peço-Te, cura-me e ficarei curado;

salva-me e serei salvo (Jr 7,14); glorifica-me e ficarei verdadeiramente na glória.

Sim, «que a minha alma bendiga o Senhor e que tudo em mim bendiga o Seu santo Nome» (Sl 102,1).

O Filho de Deus faz-Se homem para fazer dos homens filhos de Deus.

(créditos : autor: DOM HENRIQUE SOARES - Bispo de Palmares (PE)


NATAL 2016

O NATAL não se resume a um dia nem celebra simplesmente o Nascimento de Jesus.

Na verdade, o Natal é um tempo litúrgico, formado por cinco festas que celebram no rito da Santa Liturgia o mistério da Manifestação do Filho de Deus em nossa natureza humana. Assim: Natal é o Tempo no qual a Igreja, na sua Celebração eucarística, ao celebrar os santos Mistérios, entre em comunhão real e verdadeira com o Mistério da Manifestação, da Vinda, do nosso Salvador e Deus bendito na nossa natureza humana!

O Filho eterno do Pai manifestou-Se na nossa pobre humanidade para enriquecê-la com a Sua divindade; Ele veio para nos dar a graça da comunhão, da amizade com Ele – é isso a salvação!

Cinco festas; ei-las:

1) A Solenidade do Natal do Senhor, no dia 25 de dezembro. Na pobreza da gruta de Belém contemplaremos como frágil criança Aquele que é o Forte e eterno Deus: “Porque um Menino nos nasceu, um filho nos foi dado, Ele recebeu o poder sobre os Seus ombros e Lhe foi dado este Nome: Conselheiro-maravilhoso, Deus-forte, Pai-eterno, Príncipe-da-Paz” (Is 9,5). Neste Dia santíssimo (que é celebrado durante oito dias) a Igreja dobra os joelhos diante do Salvador, juntamente com Maria, José e os pastores; a Igreja canta o “Glória a Deus nas alturas” juntamente com os anjos, a Igreja ilumina-se de alegria como o céu da noite santa de Belém.

2) No Domingo entre os dias 25 e 1º de janeiro a Igreja celebra a Festa da Sagrada Família. O Filho de Deus assumiu em tudo a nossa condição humana: entrou numa família, na vida miudinha de cada dia; Ele veio verdadeiramente viver a nossa aventura. Assim, santificou as famílias de modo especial: “Desceu com eles para Nazaré e era-lhes submisso” (Lc 2,51).

 

 

Leia mais...

CoronaAdviento EstebanLeonSoto 281116

Coroa de Advento. Foto: Flickr de Esteban León Soto (CC BY-NC-ND 2.0).

Cidade do México, 15 Dez. 17 / 05:00 am (ACI).- Em um artigo publicado há um ano pelo Sistema Informativo da Arquidiocese do México (SIAME), o Pe. Robert Havens fez quatro recomendações importantes para que o tempo do Advento, que prepara o caminho para a celebração do Natal no dia 25 de dezembro, não seja um tempo perdido devido ao “estresse” das festas e ao materialismo.

Em seu texto, intitulado “Que não te roubem o Advento”, o Pe. Havens, diretor de desenvolvimento institucional da Cáritas da Arquidiocese do México, sublinhou que o Natal “é tão importante, que não podemos ‘digerir’ da noite para o dia. Ninguém prepara um casamento uma noite antes. Como seres humanos, necessitamos de tempo para perceber o que virá, a fim de celebrá-lo corretamente”.

“Um Advento bem vivido assegura um Natal lindo e alegre. Que não perca o seu Advento!”, exortou.

Os quatro conselhos do Pe. Robert Havens para que “não te roubem o Advento” são os seguintes:

1. “Perceber que o Natal se celebra a partir da Véspera de Natal, quando celebramos a chegada de Cristo”, aconselhou o sacerdote.

O Pe. Havens assinalou que, embora “não haja nada de ruim nas pré-festas que fazem parte da nossa cultura, estas não devem ser confundidas com o verdadeiro Natal”.

“Antecipar a celebração do Natal sempre nos deixará vazios, sem a verdadeira alegria. Em um mundo de luzes e decorações, temos que perceber que ‘ainda não!’”, encorajou.

2. O Pe. Robert Havens assinalou que a segunda chave é “fazer um momento de silêncio a cada dia” do Advento.

“Não tem que ser muito tempo: podem ser três minutinhos, por exemplo. Mas três minutinhos inteiros nos quais eu me retiro, faço silêncio e lembro que Cristo virá no Natal. Cristo virá no Natal!”.

“Se você consegue fazer isto diariamente, sua experiência do Natal neste ano será muito diferente e muito especial”, assegurou.

Leia mais...

“Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo!... Não tenhas medo, Maria, porque encontras-te graça diante de Deus. Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem porás o nome de Jesus”. (cf. Lc 1,26-38)

Séculos antes da chegada do Salvador, as profecias anunciavam o que hoje celebramos: Uma Virgem conceberá e dela virá o Salvador. Ela nos traria a esperança. Com seu “sim” Deus vem aqui em baixo e, nela, se rebaixa até pôr-se ao mesmo nível de nós.

No centro do Advento está esta solenidade da Imaculada Conceição. Se o Natal tem sabor de Deus, o Advento tem gosto de Maria. Sem ela, sem o seu “sim” não teria existido “Encarnação". Sem seu ser Imaculado, faltaria à Igreja, a todos nós um espelho no qual podemos olhar e aspirarmos ser o que ela foi: bela, limpa por dentro e por fora. Olhemos, portanto para Maria!

 

NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO.jpg 2

 

 Ao contemplá-la nos impressiona, sobretudo, que neste itinerário até o Natal, ela, reza, espera, vive e serve como ninguém. Sem ser Deus, porque sabe que não o é, desfruta, entretanto, de estar cheia de sua Palavra. Sem muitas seguranças, agarrando-se à fé, espera aguardando que se cumpra a mensagem do Anjo.

Leia mais...

MISSAS NO ROSRIO - HORRIOS

papa

BISPO DIOCESANO

DOM DULCENIO FOTO NOVO BISPO DIOCESANO

Mensagem da Semana

PADRE MRCIO HENRIQUE

ESPAÇO DE EVANGELIZAÇÃO

biblia

COMUNIDADE RAINHA DA PAZ

CAPELA RAINHA DA PAZ  foto

Meu Dia de Oração

oracao

Clima Tempo

 

CATEQUESE COM O PAPA

BRASO DO PAPA FRANCISCO

Visitantes On-Line

Nós temos 72 visitantes online

Contador de Visitas

01222546
 

Webmail

Rosário no Twitter

 

Acesso Restrito